pub

The Lisbon MBA Executive entre os Melhores do Mundo segundo o FT

O The Lisbon MBA, programa conjunto da Católica-Lisbon e Nova SBE em colaboração com o MIT Sloan, está entre os 100 melhores programas de MBA Executivos do mundo.

The Lisbon MBA Executive Program foi considerado pelo Financial Times EMBA Ranking de 2020, entre os 50 melhores da Europa (ocupando a 42º posição). É também o único programa de MBA Executivo em Portugal a fazer parte deste ranking.

Entre os principais pontos de análise há a destacar a boa pontuação do programa nos critérios de evolução salarial e responsabilidade social corporativa. De acordo com o Financial Times, o The Lisbon MBA Executive Program apresenta um aumento de 50% no salário três anos após o término do mesmo, como salário médio anual de 114.860 USD, estando no top 25 na Europa no critério Corporate Social Responsability (CSR), refletindo no conteúdo do programa, a crescente importância em temáticas de responsabilidade social corporativa e de sustentabilidade.

«Figurar como o único programa de MBA executivo em Portugal num ranking tão importante como este deixa-nos muito orgulhosos pois representa o reconhecimento do nosso trabalho na procura pela excelência que nos leva a estar consistentemente entre os melhores do mundo. O sucesso dos nossos programas baseia-se numa combinação de factores que vão desde o ensino rigoroso oferecido por três escolas líderes – Católica-Lisbon, NOVA SBE e MIT – a uma abordagem personalizada e ao mesmo tempo holística da nossa oferta educativa, baseada no propósito de formar líderes capazes de impactar positivamente as organizações, as pessoas e a comunidade com um todo. A diversidade das turmas e do corpo docente, assim como as oportunidades dos alunos expandirem a sua experiência educativa nos cinco continentes diferentes, permite uma formação com uma visão global», sublinha Maria José Amich, Diretora Executiva do The Lisbon MBA.

O Ranking EMBA do Financial Times distingue, todos os anos, os 100 melhores MBA Executivos do mundo, de acordo com critérios como o aumento salarial, progressão de carreira, a diversidade e a componente de responsabilidade social dos programas. Os resultados são obtidos através de inquéritos a ex-alunos e dados recolhidos e avaliados pelo jornal.

pub

Comentários
Loading...