“Tentaram prender uma ideia, mas uma ideia não se prende”, diz Lula

No primeiro discurso em liberdade, à saída da sede da Polícia Federal de Curitiba, o ex-presidente Lula da Silva dirigiu-se aos militantes do PT que, durante a sua prisão, mantiveram uma vigília no exterior do edifício.

“Todo o dia vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir à safadeza que o lado podre do Estado brasileiro fez comigo e com a sociedade brasileira. O lado podre da justiça, do Ministério Público, da Polícia Federal, da Receita Federal, para tentar criminalizar a esquerda, o PT [Partido dos Trabalhadores], o Lula”, declarou Luiz Inácio Lula da Silva.

E continuou: “Eles não prenderem um homem eles tentaram prender uma ideia mas uma ideia não se prende”. “Essa quadrilha, [o ministro Sergio] Moro, [o procurador Deltan] Dallagnol e outros se os colocarem todos no liquidificador não dá 10% da honestidade que eu represento”.

Apesar das duras palavras dirigidas aos responsáveis pela sua condenação, Lula garantiu sair da prisão sem ódio: “O amor vai vencer neste país.”

O ex-Presidente deixou ainda algumas promessas: “Vou lutar para melhorar a vida do brasileiro, que está uma desgraça, e não vou permitir que esta gente entregue o nosso país”. Para Lula, “o país vai melhorar quando tiver um presidente que não minta tanto como o Bolsonaro mente pelo twitter”.

No final do discurso, o ex-presidente, seguiu para São Bernardo do Campo, sede do Sindicato dos Metalúrgicos que presidiu, e de onde, em abril de 2018, partiu para a prisão. No caminho, partilhou um vídeo nas redes sociais.

Lula da Silva saiu hoje em liberdade, cerca das 20:40 em Lisboa, após o Supremo Tribunal Federal brasileiro (STF) ter decidido anular prisões em segunda instância, como era o caso do antigo chefe de Estado, preso desde abril de 2018.

A decisão de libertar Lula da Silva foi tomada hoje pelo juiz Danilo Pereira, da 12.ª Vara Criminal Federal de Curitiba, que aceitou o pedido da defesa do antigo Presidente do Brasil e autorizou a sua saída da sede da Polícia Federal de Curitiba, onde esteve preso durante um ano e sete meses.

Juiz ordena libertação imediata de Lula da Silva

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Marcas vão gastar até 15 mil milhões em Marketing de Influência
Automonitor
Como saber se o carro tem o conta-quilómetros martelado?