Taxa de poupança das famílias cai para 17,3% na Zona Euro

A taxa de poupança das famílias na Zona Euro, que inclui Portugal, foi de 17,3% no terceiro trimestre de 2020, em comparação com 24,6% no segundo trimestre, indica um relatório do Eurostat, o gabinete de estatística da União Europeia (UE), divulgado esta terça-feira.

Apesar desta diminuição considerável, é o segundo valor mais elevado desde o início da série temporal, em 1999 (após o recorde de 24,6%), e é 4,4% mais elevado do que no mesmo trimestre de 2019.

A diminuição da taxa de poupança das famílias em 7,3% é explicada por uma recuperação acentuada do consumo, a um ritmo muito superior ao da recuperação do rendimento bruto disponível das famílias.

Ao mesmo tempo, a taxa de investimento das famílias na zona euro foi de 8,8% entre julho e setembro de 2020, recuperando de 7,9% no trimestre anterior. Os dados provêm de uma primeira publicação das contas trimestrais do sector europeu, ajustadas sazonalmente, do Eurostat.

Além disso, a taxa de investimento das empresas na área do Euro manteve-se quase estável em 23,3%, em comparação com 23,2% no segundo trimestre de 2020.

O aumento trimestral da percentagem dos lucros das empresas explica-se pela recuperação do valor acrescentado bruto a um ritmo mais rápido do que a das despesas com remunerações dos empregados (salários e contribuições sociais) e impostos.

Paralelamente, a margem de lucro das empresas da Zona Euro caiu para os 39,6% no terceiro trimestre de 2020, em relação aos 40% registados no período homólogo, ainda segundo o Eurostat.

Ler Mais

Comentários
Loading...