Streamroad: Especialização e inovação nas TIC

Criada por Sérgio Azevedo em 2009, a agência de marketing especializada no sector das TIC surgiu para ajudar os fabricantes a aplicar os seus fundos de marketing da melhor maneira possível, respondendo, assim, a algumas necessidades identificadas no mercado. E que necessidades eram essas?

Por um lado, as circunstâncias económicas tinham levado a uma erosão das margens de comercialização no canal de distribuição e a maioria dos fabricantes passou a gerir os seus próprios fundos de marketing.

Por outro lado, os fabricantes e os distribuidores de TIC começaram a identificar necessidades, como a melhoria do relacionamento entre si e com os seus parceiros, saber analisar comportamentos, estudar a concorrência, monitorizar a sua própria marca, optimizar a retenção de clientes, identificar tendências e planear acções de marketing.

Acresce o facto de os grandes fabricantes multinacionais, por norma, receberem os fundos de marketing dos seus head quarters e, muitas vezes, por falta de recursos locais, tempo ou ideias, esses ficavam por aplicar ou, pior, eram utilizados em acções que não traziam o valor acrescentado ou o ROI pretendido.

Foi atenta a estas necessidades, virtude da experiência de mais de 25 anos de Sérgio Azevedo como director-geral, comercial e de marketing em empresas do sector, que a Streamroad entrou no mercado com duas áreas de negócio: uma de marketing puro e duro e outra com o objectivo de fornecer soluções comerciais em outsourcing aos fabricantes, nomeadamente com um contact center com acções de lead generation, acções de recrutamento de canal e programas de canal.

«A Streamroad veio preencher este espaço e, com a sua visão 360º, converter-se numa one stop shop de marketing e comunicação para o canal de distribuição TIC em Portugal», afirma Sérgio Azevedo, indicando também que a agência tem três perfis de cliente: fabricantes (de hardware e software), distribuidores e parceiros integradores de tecnologia.

Estes clientes são tradicionalmente empresas multinacionais de maior dimensão na indústria das TIC, o que tornou a Streamroad, pouco mais de uma década depois da sua fundação, numa referência do sector.

Desde a sua fundação, a Streamroad tem realizado vários investimentos importantes, nomeadamente no aumento da sua oferta, num software desenvolvido à medida para gestão das acções, em novas instalações para acomodar o seu crescimento, designadamente no que se refere ao reforço de toda a sua equipa, e mais recentemente na aquisição da agência de comunicação Adding Value PR Solutions.


EQUIPA ESPECIALIZADA E DEDICADA

Sérgio Azevedo é perentório quando afirma que a equipa da Streamroad é essencial para o sucesso da agência. Uma equipa composta por consultores e colaboradores com uma experiência vasta no sector das TIC, oriundos de diversos segmentos de mercado empresarial (B2B) e de consumo (B2C), e que estão em constante evolução de competências através de um plano de formação contínua.

«Só com recursos altamente qualificados e valorizados é que é possível ter uma agência especializada como a Streamroad», afirma Sérgio Azevedo, acrescentando que, desta forma, «garantimos um profundo conhecimento do mercado, recursos dedicados e uma qualidade ímpar nos serviços que prestamos».

Hoje são mais de 30 os colaboradores da Streamroad, cujo know-how é precisamente uma das principais características diferenciadoras da agência.


PANDEMIA E A IMPORTÂNCIA DO DIGITAL PARA O NEGÓCIO

A pandemia foi um desafio superado na história da Streamroad, mas que causou algum receio e chegou a impactar o negócio, visto os eventos físicos serem uma parte importante das iniciativas de marketing da agência.

O espírito empreendedor que esteve na génese da Streamroad e uma equipa coesa foram cruciais neste momento, com a agência a reagir rapidamente e a adaptar-se às novas circunstâncias. Nesse âmbito, foram criadas novas soluções relacionadas com as competências da Streamroad em áreas como o marketing digital e os eventos virtuais. «E o mercado não podia ter respondido da melhor forma», revela Sérgio Azevedo, indicando que, inclusive, chegou a reforçar a equipa nos últimos meses.

No entanto, alerta Sérgio Azevedo, os eventos presenciais mantêm-se essenciais ao negócio dos fabricantes e distribuidores, que começam agora a retomar esta modalidade. Uma etapa encarada pela Streamroad com satisfação, mas precaução. Aliás, a agência ainda mantém o regime de teletrabalho para a maioria dos seus colaboradores.


INOVAR PARA CRESCER

Como não poderia deixar de ser numa empresa ligada às TIC, a inovação faz parte do espírito da Streamroad, algo patente na modernização dos seus processos e no investimento em ferramentas de automatização. É exemplo o software desenvolvido especialmente para a agência gerir as suas acções.

Este permite não só uma aceleração dos processos inerentes às iniciativas de marketing da agência, como tornar a empresa mais ecológica com a redução do recurso ao papel – designadamente no uso da impressora. A pandemia também permitiu à Streamroad acelerar este processo, ao forçar o uso de softwares de chat, reuniões e iniciativas digitais.

Tornar a agência numa empresa eco friendly é um dos objectivos de Sérgio Azevedo para um futuro breve, a par de uma gestão mais eficiente e automatizada, algo que beneficiará em última análise não só a própria agência, como toda a equipa e os seus clientes.

«Queremos, também, chegar o mais acima possível na cadeia de distribuição, com ligação directa aos head quarters das multinacionais com menor representação em Portugal», conclui o fundador da Streamroad, sublinhando aquela que é a linha condutora da estratégia da agência daqui para a frente.

 

Este artigo faz parte do Caderno Especial “Empresas com História”, publicado na edição de Dezembro (n.º 189) da Executive Digest.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.