pub

Sonae Capital investe 75 milhões de euros na compra de seis centrais de cogeração em Espanha

A Sonae Capital anunciou a compra de seis centrais de cogeração em Espanha, num negócio que representa um valor (‘enterprise value’) de 75 milhões de euros, dos quais 62 milhões de euros já foram pagos e o restante será investido nos próximos cinco anos.

A operação foi divulgada na quinta-feira à noite pela empresa em comunicado ao mercado.

“A Sonae Capital, SGPS, S.A. informa que celebrou nesta data, através da sua participada Capwatt Power España, um contrato nos termos do qual adquiriu à sociedade Ignis Capital, SL, um portefólio de seis centrais de cogeração localizadas em Espanha, nas regiões da Catalunha, Aragon e Castilla y Leon”, informou.

As centrais de cogeração em questão atuam no tratamento de resíduos provenientes de suiniculturas, desempenhando uma importante função ambiental.

“Todas as cogerações laboram em exclusivo com gás natural, sendo a energia térmica produzida consumida, na totalidade, no tratamento dos resíduos. Em complemento às receitas provenientes da energia elétrica produzida, estas centrais têm ainda proveitos associados à desidratação dos resíduos e à sua incorporação em fertilizantes”, explica.

Segundo a Sonae Capital, os ativos adquiridos possuem uma capacidade global instalada de 88 MW, correspondente a aproximadamente 24% da capacidade de cogeração instalada em Espanha no sector do tratamento de resíduos provenientes de suiniculturas.

“Esta aquisição enquadra-se na estratégia de crescimento da Capwatt como promotor de soluções integradas de energia, permitindo à empresa mais do que duplicar a atual potência instalada (que passará de 77 MW, para 165 MW), ao mesmo tempo que permitirá à CapWatt reforçar a sua presença no mercado espanhol”, sinaliza.

O ‘enterprise value’ (valor da empresa) desta transacção situa-se em 75 milhões de euros, dos quais 62 milhões de euros já pagos e o remanescente sujeito ao cumprimento de um conjunto de condições, sendo pago, no máximo, até ao final de 2025, detalha.

A aquisição foi financiada “com um ‘mix’ adequado” de capitais próprios e capitais alheios, acrescenta a Sonae Capital.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...