Seguros para todos os gostos: Millennials querem viagens sem imprevistos. Maiores de 55 anos cobrem acidentes pessoais

Os mais novos estão a investir em seguros de viagem e a procurar políticas que os protejam – aconteça o que acontecer, alerta a seguradora International Citizens Insurance.
Este tipo de seguro é mais procurado sobretudo pela Geração Z (até aos 24 anos) e pelos Millennials ( 25-40).  Os mais jovens procuram ainda cada vez mais dispostos a pagar para  “cancelar a viagem por qualquer motivo”.
Para Joe Cronin, presidente da International Citizens Insurance, “as pessoas mais jovens estão neste momento à procura de um seguro de viagem”. A pandemia veio intensificar este desejo. Segundo o executivo, atualmente “há mais pessoas na faixa etária dos 25 aos 44 anos que estão a investir em seguros de viagem do que antes da pandemia”.
Mais velhos optam por seguros de acidentes pessoais

Depois dos 50 anos é quando os portugueses sentem a necessidade de contratar um seguro que cubra acidentes pessoais. Segundo um estudo realizado pela empresa da área, a MetLife, 44% dos entrevistados que já adquiriram este tipo de seguros tinham mais de 55 anos.

Para além disso, de acordo com o mesmo relatório, 32% dos portugueses inquiridos já adquiriram um seguro de acidentes pessoais – o qual pode cobrir lesões corporais, incapacidade, hospitalização, despesas de tratamento, intervenção cirúrgica, e morte, invalidez e perda de rendimentos resultantes de um acidente, seja na atividade profissional ou na vida pessoal.

O documento revela ainda que mais de metade dos entrevistados (57%) com este tipo de seguro possui essa proteção há mais de quatro anos.

Em termos de canais de compra, 41% dos portugueses inquiridos adquiriram o seu seguro de acidentes pessoais através de um agente de seguros. O valor é mais elevado no target feminino, onde 44% das inquiridas compraram um seguro de acidentes pessoais num agente de seguros. Mais de metade do target 45-54 anos (53%) também tem esta preferência.

Este estudo foi realizado através  de um questionário online junto do painel Netsonda, que abrangeu 400 pessoas, de uma amostra representativa da população portuguesa, dos 20 aos 64 anos, em janeiro de 2021.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.