Seguradora Axa regula teletrabalho: 3 euros por dia e dinheiro para despesas

A companhia de seguros Axa chegou a acordo com os sindicatos de trabalhadores quanto às regras do novo modelo de trabalho que permite aos seus funcionários cumprirem as respetivas funções a partir de casa. Com a ascensão do teletrabalho, a seguradora sentiu a necessidade de estabelecer medidas concretas para regular o novo cenário no país vizinho.

Segundo avança o jornal CincoDías, a filial espanhola da seguradora francesa mandou todos os colaboradores para casa durante a pandemia, sendo que o teletrabalho já era permitido ainda antes da Covid-19: era possível ir ao escritório apenas três ou quatro dias por semana e, à sexta-feira, ninguém ficava na Axa Seguros depois das 14h.

Agora, porém, o teletrabalho já não é uma opção seguida por alguns mas, sim, a regra junto da maioria e, por isso, a seguradora quis deixar explícito o que é que isso implica. Entre outras regas, a Axa Seguros estabeleceu que todos os funcionários podem passar a trabalhar a partir de casa dois dias por semana e que contarão com benefícios adicionais.

Cada trabalhador irá receber três euros brutos por cada dia de teletrabalho, de acordo com informações apontadas pelo sindicado Comissiones Obreras. Além disso, a Axa compromete-se a atribuir 400 euros para materiais de escritório a cada funcionário (200 euros para uma cadeira, 100 euros para um ecrã e 100 euros para uma mesa).

O teletrabalho passa a ser um direito dos colaboradores e poderá ser realizado a partir da residência permanente, mas também de uma segunda casa. Isto significa que será possível trabalhar remotamente numa casa de férias junto à praia.

No caso de horas extra, o teletrabalho passa a ser uma opção e é criada, também, uma bolsa de oito dias anuais adicionais de teletrabalho – destes, seis podem ser usados no verão.

Ler Mais


Comentários
Loading...