Scoring lança edição 2021 da certificação “TOP 5% Melhores PMEs de Portugal”

Já está disponível a edição 2021, da Certificação financeira que distingue no mercado as PME que apresentam elevada sustentabilidade financeira, o que lhes permite reforçarem a sua reputação no mercado e gerar confiança em clientes e colaboradores.

Na última edição, foram certificadas mais de 1.250 empresas, abrangendo todo o território nacional e uma grande abrangência de setores de atividade. O volume de faturação das PMEs certificadas já ultrapassa 1% do PIB nacional.

Colocamos 4 questões a Carlos Gouveia, CEO da SCORING.

Quais as expetativas para esta edição?

Estamos convictos que esta é uma Certificação que era necessária ao mercado, o que explica o crescimento muito acentuado de empresas aderentes que temos verificado.

Atravessamos uma época difícil, a pandemia de COVID-19 veio trazer grandes desafios às empresas. Por essa razão, mais do que nunca, é importante que estas afirmem a sua sustentabilidade financeira, gerando confiança entre os seus clientes, fornecedores e colaboradores. Obter uma certificação financeira SCORING, independente e com garantias de rigor, e poder comunicá-la de variadíssimas formas, é uma excelente forma de gerar confiança e credibilidade.

Como é feita a avaliação das empresas? Que garantias de rigor e isenção apresentam?

A avaliação das empresas é realizada, a partir da análise do IES (Informação Empresarial Simplificada), com base no método desenvolvido pela SCORING, validado cientificamente por docentes universitários doutorados em gestão e auditado anualmente pela Bureau Veritas, com as classificações depositadas na ASSOFT: um processo que assegura isenção e rigor nas certificações atribuídas.

Para atribuir a certificação “TOP 5% Melhores PMEs de Portugal”, a SCORING determina os índices de Desempenho Económico e de Solidez Financeira de todas as empresas que cumpram os requisitos de acesso. As entidades que obtiverem uma notação “5 – Excelente”, são elegíveis para a certificação “TOP 5% Melhores PMEs de Portugal”.

Como as empresas podem comunicar a certificação?

Para todas as empresas certificadas, a SCORING apresenta um conjunto de recursos de comunicação: um selo digital personalizado, com o nome e NIF da empresa e uma imagem personalizada relativa à certificação “TOP 5% Melhores PMEs de Portugal”, que pode ser utilizada na assinatura de e-mail, no website e no estacionário da empresa e nas suas redes sociais.

A certificação SCORING inclui ainda a emissão de um certificado e relatório financeiro, comprovativos da análise de contas e dos valores apurados e a divulgação em canais SCORING: no diretório de empresas certificadas toppme.pt/empresas e nas redes sociais (Linkedin e Facebook).

À semelhança do que já aconteceu em anteriores edições impressas da EXECUTIVE DIGEST (abril, julho e setembro de 2021), e fruto do apoio da revista a esta iniciativa, vamos estar presentes na edição de dezembro deste ano, com a informação de todas as empresas certificadas neste último trimestre.

Como se processa a adesão?

É muito simples e rápido, sem qualquer pedido de informação ou documentação (porque já dispomos da informação financeira proveniente da IES).

Em 1º lugar, solicitar a informação sobre elegibilidade, através do formulário disponível em scoring.pt/top5. Assim ficar a saber (sem qualquer custo) se a empresa é elegível para ser uma das Top 5% Melhores PME de Portugal – 2021.

Em 2º lugar, se forem elegíveis e decidirem aderir (sem qualquer compromisso de fidelização), no prazo de 3 dias úteis recebem o certificado, o selo e os outros recursos de comunicação para fazerem a divulgação (sem limite temporal de utilização).

Fica o convite para visitarem o site da SCORING (scoring.pt) e ficarem a conhecer as mais de 1.250 empresas certificadas e inspirarem-se nos mais de 150 testemunhos de responsáveis dessas empresas.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.