Sabia que o seu cartão bancário expirado pode plantar uma árvore?

O Santander associou-se à Contisystems, o parceiro do Banco na personalização de cartões, num projeto de reciclagem de cartões bancários expirados e capturados, com o objetivo de reduzir o seu impacto ambiental na sociedade, anunciou a instituição financeira, num comunicado enviado à Executive Digest.

O Santander compensa a emissão de CO2 na produção dos plásticos dos cartões, desde 2020, e produz os cartões em material biodegradável, agora o banco quer “transformar estes cartões em mobiliário urbano”.

Como explica o banco, na nota enviada à Executive Digest, “a entrega dos cartões expirados pode ser efetuada de duas formas. Os clientes podem
colocá-los num ATM que irá capturá-los automaticamente. Alternativamente, ao receber a renovação do seu cartão caducado, o cliente receberá também um envelope RSF, onde deverá colocar o seu cartão antigo, seguindo todas as instruções indicadas e proceder ao seu envio, sem custos”.

O cartão será enviado para um apartado da Contisystems, que por cada quilograma de cartões recolhidos, plantará uma árvore e assegurará a sua manutenção durante 5 anos.

As plantações são integradas em iniciativas de voluntariado e de projetos ambientais a decorrer em áreas protegidas. Serão plantadas espécies que potenciam a taxa de sobrevivência, a biodiversidade e a resiliência aos fogos.

Este processo de reciclagem, através do envio em envelope RSF, encontra-se ainda em fase de projeto-piloto, estando apenas disponível para cartões de débito.

Após serem devolvidos, os cartões são recolhidos por uma equipa especializada da Contisystems e destruídos, dando origem à estilha. Este material é entregue na Extruplás, no Seixal, onde a estilha passará por um processo de transformação originando mobiliário urbano, pronto a ser utilizado.

Ler Mais


Comentários
Loading...