Rishi Sunak sucede a Sajid Javid como ministro das Finanças britânico

O secretário de Estado das Finanças, Rishi Sunak, foi hoje promovido a ministro das Finanças britânico, na sequência da demissão inesperada de Sajid Javid durante uma remodelação governamental conduzida pelo primeiro-ministro, Boris Johnson.

Com apenas cinco anos de experiência como deputado e seis meses no governo, Sunak assume uma das pastas mais importantes do governo britânico e terá a missão de apresentar o orçamento já dentro de quatro semanas, a 11 de março.

De origem indiana e com carreira como analista financeiro e gestor de fundos de investimento, Sunak tornou-se uma figura de destaque durante o processo do ‘Brexit’, pois fez campanha pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE) no referendo de 2016 e representou Boris Johnson em vários debates durante as eleições legislativas de dezembro.

A promoção de Sunak já tinha sido especulada na imprensa, mas o próprio primeiro-ministro afirmou publicamente que iria manter em funções Sajid Javid, contra o qual concorreu nas eleições internas para a liderança do Partido Conservador e considerado um eurocético, apesar de ter feito campanha pela permanência na UE.

Porém, Sajid Javid apresentou hoje voluntariamente a demissão do governo, alegadamente após recusar a “condição de despedir todos os seus assessores”, notícia a BBC.

Sajid Javid já tinha protagonizado um confronto com o gabinete do primeiro-ministro, quando a assessora Sonia Khan foi despedida em setembro sem aviso prévio pelo conselheiro de Boris Johnson, Dominic Cummings, que ordenou que lhe fosse retirado o telemóvel e que fosse escoltada pela polícia até ao portão dos edifícios do governo.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quer ir ao Burning Man? Cuidado com os bilhetes falsos
Automonitor
#Ensaio – Mercedes-Benz GLC 220d – A medida perfeita