Reino Unido. Porque é que estas eleições são tão importantes para a Irlanda?

O primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, afirmou esta quinta-feira, à saída de uma reunião com chefes de Estado e de Governo dos 27, em Bruxelas, que espera que as eleições britânicas não resultem num Parlamento sem maioria absoluta (hung parliament]. 

«O melhor para a Irlanda, para o Reino Unido e para a Europa é acabar com a incerteza, pelo que, quer o primeiro-ministro Johnson ganhe por larga maioria, quer outros ganhem por maioria, trabalharemos com qualquer que seja o resultado», disse, salientando que «o que tem sido difícil de trabalhar é com um hung parliament que não consegue chegar a uma decisão consensual sobre nada. Espero que amanhã não estejamos nesta posição».

Varadkar advertiu, no entanto, que o Brexit não termina se o Reino Unido sair do bloco europeu a 31 de Janeiro, como previsto no último acordo de prorrogação do prazo: «O Brexit não termina apenas com a saída do Reino Unido da União Europeia. (…) O acordo de saída não resolve a questão do comércio e a relação comercial entre o Reino Unido e a Irlanda, algo essencial para o nosso sector agroalimentar, para os nossos exportadores e pequenas empresas». «É importante para a Irlanda que consigamos um acordo favorável sobre o comércio com o Reino Unido», reafirmou.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
O segredo para um anúncio de sucesso com 6 segundos é…
Automonitor
Hyundai Kauai bate recorde do GUINESS… na Índia