Reino Unido move ação contra Facebook de 3 mil milhões de euros por explorar dados pessoais dos utilizadores

O Facebook enfrenta uma ação coletiva no Reino Unido, onde pode ser multado em cerca de 3 mil milhões de euros, por alegadamente ter abusado do seu domínio de mercado ao explorar os dados pessoais de 44 milhões de utilizadores.

Liza Lovdahl Gormsen, conselheira da Autoridade de Conduta Financeira da Reino Unido, disse à ´Reuters` que estão em causa o nome de pessoas na Reino Unido que usaram o Facebook entre 2015 e 2019, ao esta impor termos e condições injustas que exigiam que os consumidores entregassem dados pessoais valiosos para entrar na rede.

Em resposta, o escritório de advogados Quinn Emanuel Urquhart & Sullivan, responsável por defender a rede social em tribunal, adiantou que as pessoas usaram os serviços da plataforma porque quiseram ao mesmo tempo que têm controlo significativo das informações que partilham nas plataformas da Meta e com quem o fazem.

A ação judicial será ouvida pelo Recurso de Concorrência de Londres em data ainda por determinar. De salientar que, esta notícia acontece depois do Facebook perder um processo contra a Federal Trade Commission nos EUA e Washington estar a tentar combater o amplo poder de mercado da Big Tech.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.