Reino Unido: Funcionários da Deloitte passam a decidir onde querem trabalhar

A Deloitte vai permitir que os seus 20 mil funcionários do Reino Unido escolham com que frequência vão ao escritório, após a pandemia, tornando-se a mais recente empresa a adotar regras laborais mais flexíveis, segundo o ‘The Guardian’.

De acordo com fonte da empresa de serviços de auditoria e consultoria, as suas equipas poderão decidir “quando, onde e como trabalhar”, dado que o trabalho remoto foi bem sucedido durante a pandemia.

Embora a empresa tenha dado início a uma abordagem de trabalho mais flexível já em 2014, o anúncio mais recente significará abandonar o regime de trabalho centrado no escritório.

“Vamos deixar os nossos funcionários escolherem onde precisam de estar para fazer o seu melhor trabalho, em equilíbrio com suas responsabilidades profissionais e pessoais”, comentou o presidente-executivo da Deloitte, Richard Houston.

“Não vou anunciar um número definido de dias para as pessoas estarem no escritório ou em locais específicos. Isso significa que o nosso pessoal pode escolher a frequência com que virá ao escritório, se é que o desejam, ao mesmo tempo que se concentram em como podemos atender melhor aos nossos clientes”, continuou.

Espera-se que o governo britânico assuma uma posição neutra sobre o assunto assim que as outras restrições decretadas devido à pandemia forem suspensas em Inglaterra, no dia 19 de julho.

Ler Mais


Comentários
Loading...