Recessão é “inevitável”: Elon Musk alerta que fenómeno deve acontecer mais cedo ou mais tarde

Na sua participação no Fórum Económico do Qatar, Elon Musk falou na inevitabilidade de acontecer uma recessão, dizendo que deve acontecer mais cedo ou mais tarde.

Quando questionado sobre o seu “mau pressentimento” relativamente à economia e sobre o que achava dos comentários feitos por funcionários do governo de Biden, que disseram que uma recessão nos EUA “não é inevitável”, o CEO da Tesla disse: “Bem, acho que uma recessão é inevitável em algum momento”, acrescentando que “quanto a uma recessão no curto prazo”, é mais provável não acontecer, segundo declarações a que o site ‘Business Insider’ teve acesso.

Em dezembro de 2021, o multimilionário já tinha falado do assunto, dando conta de uma “intuição” de que esta recessão iria acontecer na primavera ou verão deste ano, ou o mais tardar em 2023.

Em maio, disse também numa conferência que já tinha passado por algumas recessões. “E o que tende a acontecer é que se acontece um boom que dura muito tempo, obtemos uma má alocação de capital”, disse Musk.

No entanto, a publicação explica que não é apenas Musk a prever uma recessão. Esta semana, o Goldman Sachs já disse que os EUA têm 30% de probabilidade de sofrer uma recessão no próximo ano, um aumento face à previsão anterior de 15%.

Também um estratega do Morgan Stanley disse que os economistas da empresa preveem uma probabilidade de 35% de acontecer uma recessão no país em 2023. Por fim, o Deutsche Bank também acelerou as previsões para a probabilidade de o evento ocorrer.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.