Reabertura de escolas? Só se não contribuir para aumentar Rt acima de 1, diz especialista

Jorge Buescu, professor de Matemática da Universidade de Lisboa, disse esta quarta-feira que só deverá ser ponderada a reabertura de escolas, se com isto, o risco de transmissão (o chamado Rt) da Covid-19 não ficar acima de 1, o que significa que tem de estar relativamente baixo para evitar que tal aconteça.

O responsável prestou declarações esta tarde na Assembleia da República, onde está a ser ouvido pelos deputados, em conjunto com outros especialistas em análise matemática sobre a evolução da pandemia.

Segundo o matemático, a taxa de transmissão aumentou entre 20% a 25% «só nos primeiros seis a 15 dias » após o arranque do ano letivo presencial, em setembro. Isto significa que só se o Rt estiver muito baixo é que as escolas podem reabrir para que não haja risco de o indicador ficar acima de 1.

Para além disso, Jorge Buescu referiu ainda que, se a situação não for controlada, o Rt pode subir a um nível demasiado elevado, algo que significará possivelmente o início de uma quarta vaga da crise de saúde pública.

«Quer numa onda que na outra, quando o Rt chega a 1,2 já o expoente é tão grande que se torna demasiado tarde para intervir», disse, sublinhando que, «com o confinamento geral, conseguimos fazê-lo descer ao fim de 15 dias; sem confinamento na onda anterior demorou cerca de um mês e meio».

Para o especialista, «quando o Rt se aproxima de 1.2, quase fatalmente daí a 115 dias começamos a ter uma vaga. Deixá-lo chegar a este nível é extremamente perigoso e praticamente anunciaria uma quarta vaga», concluiu.

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...