“Quartel general” de dados em Sines sai do papel com investimento de 100 milhões de euros

“Sines 4.0” vai sair do papel. “O primeiro edifício do projeto da anglo-americana start campus vai chamar-se Nest e deverá representar um investimento de 100 a 110 milhões de euros. A limpeza do terreno e a instalação dos alicerces arrancam ainda em 2021. O objetivo é que esteja funcional no primeiro trimestre de 2023”, avança a edição desta segunda feira do Jornal de Negócios.

O projeto, entretanto com um aspeto diferente do seu primeiro rascunho – passando de cinco edifícios , com capacidade para fornecer 450 MW de energia aos servidores para 9 construções – vai custar 3,5 mil milhões de euros.

A estrutura vai ser batizada de “Nest”. Como explica Afonso Salema, managing director da start campus, “com esta mudança, reforçamos as valências ambientais do terreno. A integração com a paisagem do parque natural será mais suave, não terá um aspeto industrial”.

“Há uma competição acérrima na Europa para atrair os próximos grandes centros de dados. Nós temos um produto único, e queremos atrair clientes o mais depressa possível. Com o Nest, conseguimos trazê-los enquanto estamos a desenvolver o resto do projeto”, ressalva Afonso Salema.




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.