pub

Próxima semana à lupa: Vacinas da esperança não curam volatilidade económica a curto prazo

As notícias encorajadoras sobre as vacinas vêm reforçar a nossa visão de que a recuperação económica deverá continuar em 2021, mas as incertezas de curto prazo ainda podem desencadear volatilidade. A produção em massa e a respetiva distribuição de uma vacina poderá levar meses e, enquanto isso, a disseminação do vírus continuará a influenciar a economia, o que sugere que o equilíbrio e a diversificação entre setores e classes de ativos são necessários.

Na próxima semana dever-se-á continuar a assistir à rotatividade de setores que assistimos na última semana. Os setores cíclicos, que foram afetados negativamente pela pandemia e são mais sensíveis à reabertura da economia, tenderão a ter um desempenho superior, enquanto que os setores que beneficiaram com a pandemia tenderão a ter um desempenho inferior. Uma rotação semelhante ocorreu em todas as classes de ativos, com as ações internacionais de pequena capitalização a ultrapassarem as ‘big caps’ americanas.

No mercado cambial as atenções deverão estar centradas no acordo do Brexit, com os negociadores de ambos os lados e reduzirem as diferenças a três pontos essenciais: direitos de pesca, concorrência justa e o mecanismo de resolução de disputas. Dos três, o último ponto pode ser o mais difícil de chegar a um consenso, uma vez que o Reino Unido opor-se-á à cedência de autoridade a uma entidade externa sobre questões de política comercial. Por esse motivo, a possibilidade de um ‘hard Brexit’ ainda existe e não parece estar descontada no preço da libra esterlina.

Do lado político a semana que vem irá continuar a ser marcada pela rejeição do pacote financeiro de recuperação europeu por parte da Polónia e da Hungria  que impede a Comissão Europeia de emitir de dívida para a constituição do fundo de recuperação da crise pandémica no valor de 750 mil milhões de euros.

Por enquanto, o EURUSD permanece a negociar em torno dos 1,1800, já que os mercados continuam a ver o drama mais recente como apenas uma distração e, dada a necessidade crítica de estímulos às economias europeias, é duvidoso que a Hungria e a Polónia possam anular o pacote. No entanto, qualquer atraso adicional poderá trazer mais pressão para a moeda única.

A semana que vem também é mais curta com o feriado do dia de Ação de Graças no dia 26 e 27 de novembro, pelo que os principais dados macroeconómicos serão divulgados entre segunda e quarta feira.

Deveremos prestar especial atenção na segunda-feira aos dados do PMI nos EUA, ao índice de confiança do consumidor da Conference Board de novembro na terça-feira e às vendas de novas casa em outubro e minutas da FOMC na quarta-feira.

Chega ao fim a semana do novo máximo histórico do S&P 500

Depois de na semana passada o índice S&P 500 ter feito um novo máximo histórico e as ações globais terem fechado pela segunda semana consecutiva no verde, a semana que agora termina trouxe algumas correções com o ritmo de propagação da pandemia a não dar sinais de desaceleração.

Apesar das notícias sobre a eficácia das vacinas desenvolvidas pela Pfizer/BioNTech e pela Moderna ter trazido algum alento aos mercados, os investidores continuam preocupados com os sistemas de saúde a atingirem a sua capacidade máxima em alguns estados dos EUA e nalguns países da Europa e com os dados macroeconómicos a mostrarem alguns sinais de abrandamento. Com esta segunda vaga, a mobilidade dos cidadãos deverá continuar a diminuir, o que poderá ter impacto nas compras natalícias e no comércio local de pequena e médias dimensão e,  provavelmente, criará uma nova contração na economia no quarto trimestre deste ano.

Também esta semana, o líder da minoria democrata no Senado dos EUA, Chuck Schumer, disse que o líder da maioria republicana, Mitch McConnell, concordou em retomar as negociações sobre o pacote de estímulos à medida que o número de casos Covid-19 continuam a aumentar.  No entanto, a probabilidade de chegada a acordo antes do novo governo entrar em funções em janeiro é mínima.

*Nuno Mello, Analista XTB

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...