Programas de mineração maliciosos crescem 230% no 3.º trimestre

A tecnológica Kaspersky revelou hoje que se verificou um aumento acentuado das variantes de mineradores criptográficos no terceiro trimestre deste ano, um crescimento global de mais de 230% em comparação com o mesmo período do ano passado.

“O número é três vezes superior ao do terceiro trimestre de 2021 e ultrapassa agora 150.000”, explica a empresa tecnológica e de cibersegurança Kaspersky em comunicado.

Permanecendo escondidos durante meses, os cibercriminosos utilizam o processamento do computador da vítima para extrair as criptomoedas, com um rendimento que atinge até 40.500 dólares (2 BTC) por mês, sendo que o Monero (XMR) é a criptomoeda mais popular para a mineração maliciosa, lê-se na nota divulgada.




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.