Primark faz primeira experiência no mundo do e-commerce… mas descarta para já ter loja online

A Primark anunciou esta segunda-feira o primeiro projeto relacionado com compras online através do teste “Click & Collect”, que vai permitir que os clientes encomendem online e levantem os produtos numa das 25 lojas aderentes em Inglaterra.

Segundo o ‘Financial Times’, este teste abrange apenas alguns produtos infantis e é uma mudança significativa para a empresa que não quis aderir à loja online, mesmo quando tudo fechou devido à pandemia, sendo uma das únicas grandes retalhistas de roupas britânica que não oferece serviço online.

George Weston, chefe executivo da proprietária da Primark, a Associated British Foods, explicou à publicação existir uma “oportunidade de negócios significativa” para disponibilizar roupas infantis através do “Click & Collect”. “Temos um negócio de roupas infantis muito forte, mas sempre tivemos falta de espaço”, acrescentou Weston.

“Acreditamos que isto resolverá esse problema de espaço e dará a mais compradores mais motivos para vir às nossas lojas, com mais frequência.” No entanto, continua a descartar o facto de a empresa poder vir a aderir à loja online. “É um custo muito elevado, a taxa de retorno é horrível e acho que é ambientalmente questionável.”

No entanto, também disse que o novo método “Click & Collect” poderia vir a ser expandido para outras categorias de venda, acrescentado que “existe potencial para expandir a oferta além da moda infantil”. O serviço vai oferecer inicialmente 2.000 opções de produtos que vão desde a decoração de um berçário ao vestuário infantil.

A Primark registou receitas de 1,7 mil milhões de libras (cerca de 1,9 mil milhões de euros) nos três meses até ao final de maio, o que representa um aumento de 81% face ao período homólogo. Em termos de vendas, divulgou um crescimento de 4% face ao período pré-Covid.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.