Presidenciais: Sondagens dão vantagem de 15% a Biden. Trump diz que resultados são “falsos”

A mais recente sondagem sobre as presidenciais norte-americanas, elaborada pela ‘ABC News’ e o ‘Washington Post’ mostra Joe Biden na liderança com 15% de vantagem sobre Donald Trump, avançam agências internacionais.

Esta sondagem tem vindo a mostrar ao longo dos últimos meses a ascensão de Biden: em maio, a subida já era de 10% e agora, no mês de maio, a diferença ascende aos 15%. A nível nacional, esta pesquisa mostra ainda que  os americanos colocaram ainda o democrata 20 pontos à frente de Trump no que diz respeito à forma como tem lidado com a pandemia do novo coronavírus.

Foi ainda conhecida uma outra sondagem, desta feita da Fox News, que vem corroborar estes resultados, mostrando Biden à frente do rival. Esta sondagem apurou que Biden está à frente quanto à sua posição sobre a Covid-19 e a economia, com oito pontos de vantagem sobre Trump, destacando que há mais americanos a confiar na sanidade mental do democrata do que na do republicano.

Donald Trump já reagiu a estes resultados. No entender do ainda Presidente dos Estados Unidos estes dados são “falsos” e sobre as eleições de novembro fez ainda referência a uma possibilidade de não aceitar a eventual vitória de Biden.
Em entrevista à Fox News, Trump recusou-se a aceitar os resultados das sondagens: “Não vou perder, porque essas sondagens são falsas”, sublinhou, acrescentando que o seu adversário “não tem competências para ser Presidente” e que, caso o democrata venha a vencer em novembro, ainda “terá de ver” como vai lidar com a situação.
“Não, não vou simplesmente dizer que sim. Não vou dizer que não, e da última vez também não o fiz”, declarou Trump à Fox.
Destaque ainda para o facto de a sondagem da ABC e do Washington Post também colocar Biden a par de Trump quanto à gestão da economia e à sua frente por nove pontos na gestão da criminalidade e segurança. 


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.