pub

Preço do ouro pode aumentar mais de 90% nos próximos três anos

Os preços do ouro poderão aumentar mais de 90% e atingir 4.000 dólares nos próximos três anos, uma vez que os bancos centrais mostram poucos sinais de redução do estímulo monetário, de acordo com o CEO da US Global Investors, Frank Holmes.

Em declarações à CNBC esta segunda-feira, Holmes disse que era “bastante fácil ver o ouro a subir para 4.000 dólares”. O estímulo crescente que está a ser decretado pelos bancos centrais está a fazer com que o ouro suba a níveis sem precedentes, afirmou.

Os ministros das finanças e os bancos centrais do grupo financeiro G20 estão “a trabalhar juntos como um cartel e estão todos a imprimir biliões de dólares”, acrescentou Frank Holmes.

A política monetária expansiva é normalmente favorável aos preços do ouro, uma vez que tende a fazer baixar as taxas de empréstimo. Como o ouro não produz juros próprios, quando as taxas de empréstimo e de poupança são baixas, os investidores ganham mais ao adquirir este material precioso.

Este ano, o preço do ouro subiu durante 10 semanas consecutivas, marcando a sua maior extensão de ganhos desde 2002. Desde finais de Julho, bateu recorde atrás de recorde, alimentado, em parte, por uma ruptura nas relações geopolíticas entre os EUA e a China.

O ouro quebrou o marco dos 2.000 dólares pela primeira vez na semana passada. O preço ganhou mais de 30% até agora, tornando-o uma das mercadorias com melhor desempenho e superando mesmo o Nasdaq, que aumentou 18%.

Analistas disseram ao Business Insider que factores como as eleições presidenciais americanas, uma vacina e a melhoria da geopolítica poderiam inverter a corrida ao ouro.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...