Preço das casas em Portugal sobe 1% no terceiro trimestre (em plena pandemia)

O mercado imobiliário registou uma subida de 1% no preço das casas no terceiro trimestre de 2020, relativamente ao anterior, o que significa que o valor se fixa atualmente em 2.090 euros por metro quadrado, de acordo com o Idealista. «Em termos anuais, ou seja, face aos primeiros três meses do ano passado, o aumento foi de 5,5%».

Num comunicado enviado às redações, a empresa mostra uma análise do mercado, feita com base no seu índice de preços. Por regiões, o Centro foi onde se verificou um maior aumento de preços no trimestre, de 4,4%, segue-se a Região Autónoma da Madeira com 2,5%, o Algarve a subir 2,1% e o Norte com 1,3%.

Já a Região Autónoma dos Açores, a Área Metropolitana de Lisboa e o Alentejo, registaram as maiores decidas de -4,6%, -1,4% e – 0,2%, respetivamente. A segunda, «com 2.954 euros por metro quadrado, continua a ser a região mais cara», segundo o Idealista.

Segue-se o Algarve com 2.343 euros por metro quadrado, Norte com 1.787 euros por metro quadrado e a Região Autónoma da Madeira com 1.595 euros por metro quadrado. Por sua vez a Região Autónoma dos Açores com 997 euros por metro quadrado, o Alentejo com 1.029 euros por metro quadrado e o Centro com 1.083 euros por metro quadrado são «as regiões mais baratas».

O Idealista fez também uma análise por distritos, registando os maiores aumentos em Braga (8,5%), Aveiro (6,1%), Coimbra (4,9%), Viseu (4,7%), Bragança (3,2%) e Ilha da Madeira (2,7%). Já as maiores decidas tiveram lugar na Ilha de São Miguel (-6,6%), Évora (-5,2%), Ilha da Terceira (-3%), Ilha do Porto Santo (-2,5%), Portalegre (-1,8%), Lisboa (-1,5%) e Castelo Branco (-0,1%).

«O ranking dos distritos mais caros continua a ser liderado por Lisboa», com 3.268 euros por metro quadrado, seguida por Faro com 2.343 euros por metro quadrado e Porto com 2.087 euros por metro quadrado. «Os preços mais económicos» estão em Portalegre com 634 euros por metro quadrado, Guarda com 644 euros por metro quadrado, Castelo Branco com 695 euros por metro quadrado e Bragança com 775 euros por metro quadrado.

Já no que diz respeito às capitais de distrito, registaram-se aumentos em 15, nomeadamente: Vila Real (13,1%) a liderar a lista. Seguem-se Portalegre (8,7%), Guarda (8,3%), Aveiro (6,5%), Bragança (5,6%), Coimbra e Viseu com uma subida de 5% em ambas as cidades. «Por outro lado, foi na Ponta Delgada (Açores) onde os preços mais desceram: -4,8%. Seguem-se Évora (-4,4%), Viana do Castelo (-2,5%) e Lisboa, onde a descida foi de 1,1%.

Por último o estudo revela que «Lisboa continua a ser a cidade onde é mais caro comprar casa, 4.614 euros por metro quadrado. Segue-se o Porto com 2.895 euros por metro quadrado e Faro com 1.949 euros por metro quadrado. «Já as cidades mais económicas são Guarda com 690 euros por metro quadrado, Portalegre com 700 euros por metro quadrado, Castelo Branco com 750 euros por metro quadrado e Beja com 780 euros por metro quadrado.

Ler Mais


Comentários
Loading...