Preço da madeira bate novo recorde

O boom da madeira chegou oficialmente ao mercado. Os preços deste material alcançaram novos recordes proporcionando receitas volumosas no primeiro trimestre para as empresas do setor.

“Os futuros de madeira serrada na Bolsa de Chicago ultrapassaram um recorde de 1.324 euros por mil pés de tábua ou 2.36 metros cúbicos, e continuam em alta à medida que os confinamentos nos EUA continuam a diminuir”, informou hoje o Banco Carregosa numa nota enviada aos seus clientes.

Além disso, sendo a primavera norte-americana uma estação “bastante intensa” no que toca à construção civil, “a oferta contínua escassa perante a falta de mão-de-obra, enquanto a procura aumentou de acordo com o ‘novo normal’ de estilo de vida de teletrabalho, que encorajou os proprietários a expandirem ou reformarem as suas casas”, como lembra a sociedade de investimentos.

Paralelamente, como refere o Banco Carregosa, as baixas hipotecas foram a rampa de lançamento ideal para  impulsionar uma nova vaga de construção de casas.

Só nos EUA a Weyerhaeuser reportou durante o primeiro trimestre de 2021 um lucro líquido de 563 milhões de euros, uma subida considerável face aos 241 milhões de euros registados no quarto trimestre de 2020 e um disparo gigante face aos 124 milhões de de euros contabilizados no período homólogo do ano passado.



Comentários
Loading...