Portugueses são os terceiros da UE com mais dificuldades financeiras causadas pela pandemia

Cerca de 15% dos portugueses admitiram ter sentido «quase sempre» dificuldades para pagar as contas nos últimos 12 meses, devido à pandemia da Covid-19, sendo esta a terceira percentagem mais alta da Europa, segundo o mais recente Eurobarómetro, citado pelo ‘La Vanguardia’.

De acordo com o estudo em questão, apenas dois países reportaram maior percentagem da população a admitir ter frequentemente dificuldades financeiras no último ano: Grécia (28%) e Bulgária (19%).

Adicionalmente, na resposta à mesma pergunta, 46% dos portugueses disseram ter sentido estas mesmas dificuldades, «algumas vezes», sendo este o segundo maior valor do ranking, 38% responderam «quase nunca» e 2% «não sabem ou não respondem».

Eurobarómetro/ La Vanguardia

A nível europeu, 38,8% dos cidadãos dos 27 estados-membros da União Europeia (UE) afirmam ter notado as consequências da doença nos seus rendimentos e 27% temem sofrer com as mesmas no futuro. No conjunto da UE, 7% dos europeus afirmam ter dificuldade em pagar as suas contas «quase sempre», enquanto que 25% têm problemas «algumas vezes».

No entanto, a maioria, cerca de 67% responderam que «nunca ou quase nunca» têm dificuldades. Dados que confirmam que os problemas económicos aumentaram para os cidadãos, embora não em grande escala, como aconteceu durante a crise financeira anterior.


Comentários
Loading...