Portugueses podem poupar até 346 euros por ano em telecomunicações se compararem ofertas

Manter os contratos em curso e não procurar outras alternativas pode ser a opção mais cómoda, mas nem sempre é a melhor em termos económicos. Um estudo do Payper mostra que os portugueses podem poupar cerca de 176 milhões de euros nos serviços de telecomunicações, já este ano, se revirem os seus contratos e analisarem a restantes ofertas disponíveis no mercado.

Dedicado à gestão de facturas online de electricidade, gás e telecomunicações, o Payper indica, em comunicado, que há uma oportunidade de poupança em ofertas similares mais económicas face aos pacotes triple play (internet fixa, televisão e telefone fixo) e quadruple play (internet fixa, televisão, telefone fixo e telemóvel) das gigantes Nos, Meo, Vodafone e Nowo que os clientes poderão estar a subscrever neste momento.

Segundo o mesmo estudo, os pacotes-base triple play disponibilizados em 2020 “são bastante semelhantes”. Incluem, na sua generalidade, internet fixa com larguras de banda a partir de 30 Mbps e 100 a 120 canais de televisão. Por isso mesmo, as mensalidades não diferem muito de operador para operador, situando-se a partir dos 31 euros/mês com um período de fidelização de 24 meses. No caso de quadruple play, o preço sobe para pelo menos 51,99 euros.

“Os valores indicados variam consoante o número de canais, rapidez da internet e GBs alocados ao serviço móvel, mas se um consumidor estiver a pagar mensalmente acima destes montantes, possui provavelmente um contrato já antigo e deve informar-se das ofertas actuais dos diversos operadores para seleccionar a melhor opção.”

O Payper indica que, olhando para o mercado em Janeiro deste ano, existem outras ofertas com mensalidades a partir de 18,75 euros/mês (triple play) ou 22,5 euros/mês (quadruple play) a considerar por pelo menos 500 mil agregados portugueses. Isto significaria uma poupança anual de 146 ou 346 euros, respectivamente, face às mensalidades cobradas em 2020.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.