Portugueses apostam 102 euros em jogos online a cada segundo

Entre 1 de Janeiro e 30 de Setembro, os portugueses apostaram mais de 2400 milhões de euros em jogos online, o que equivale a uma média de 102 por segundo. Este valor representa uma subida de 38% face ao período homólogo, mostram dados do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), divulgados esta sexta-feira, a que o “Jornal de Negócios” teve acesso.

A maior fatia das apostas online é nos jogos de fortuna e azar. Os portugueses apostaram 2050 milhões de euros, uma subida de 40% em comparação aos 1.463,6 milhões gastos nos primeiros nove meses de 2018, de acordo com entidade reguladora do sector. Nas apostas desportivas à cota (em que o jogador aposta uma quantia em dinheiro contra a entidade exploradora com base numa cota predefinida), os portugueses deixaram 357,4 milhões de euros, mais 27,1% do que no período homólogo.

Quanto à receita bruta dos operadores, que abate os montantes distribuídos em prémios ao valor das apostas, o valor global passou de 109,1 milhões de euros para 149,6 milhões, uma variação de 37,1%. Aqui, as apostas desportivas valem 73,7 milhões da receita bruta, representando uma subida de 28,6% em termos homólogos, enquanto a receita dos jogos de fortuna e azar disparou quase metade (47,2%), para 76,1 milhões de euros.

Esta evolução permitiu aos jogos de casino superarem as receitas das apostas desportivas online. No total do ano passado, as apostas desportivas online renderam 78,9 milhões de euros de receita bruta face aos 73,2 milhões dos jogos de fortuna e azar.

Portugal conta actualmente com 11 entidades licenciadas, o que influenciou a subida da receita fiscal arrecadada pelo Fisco. Nos primeiros nove meses do ano, o montante entregue ao Estado em sede de imposto especial sobre o jogo online chegou aos 59 milhões de euros, uma subida de 30,8% em relação ao período homólogo, ou seja mais 13,9 milhões.

Em sentido inverso, as salas de máquinas e de bingo registaram receitas brutas de 238,67 milhões de euros, menos 1% face aos 241,15 milhões registados em igual período de 2018.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...