Portugal só aceita voos dos EUA, Brasil e PALOP com teste negativo à Covid-19

Portugal vai seguir as orientações da União Europeia (UE), no que diz respeito à reabertura de fronteiras, de acordo com o explicado por um membro do Governo ao jornal Público’.

Desta forma, apesar de ainda não ter sido divulgada a lista oficial, já se sabe que países como os Estados Unidos, Brasil e Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), à partida ficarão de fora, o que significa que os cidadãos desses países apenas podem viajar para Portugal com um teste negativo à Covid-19, realizado nas últimas 72 horas.

Ainda assim, de Portugal para os mesmos países em questão, apenas vão poder ser realizadas viagens essenciais, nomeadamente por regresso de residentes, trabalho, estudo, saúde e razões humanitárias, de acordo com a mesma fonte do Governo, citado pelo ‘Público.

A partir desta quarta-feira, dia 1 de Julho, Portugal vai poder realizar e receber voos dos Estados-membros da UE e espaço Schengen, incluindo Espanha. Todos aqueles que estiveram fora da UE, poderão ser admitidos no nosso país, desde que façam parte da lista, que deverá ser apresentada ainda no decorrer do dia de hoje, por parte da Comissão Europeia.

As viagens com destino e origem do Reino Unido ainda estão em negociações, mas a mesma fonte disse ao ‘Público’, que acredita que vai ser encontrada uma solução positiva, com Portugal a ser eliminado da lista de países que obriga os passageiros a uma quarentena.

O Governo português quer sobretudo garantir o turismo britânico no Algarve e na Madeira, segundo o governante.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...