“Portugal é um mercado muito, muito importante para nós”, afirma Country Head da Huawei para o mercado nacional

Esta terça-feira, o novo CBG Country Head da Huawei Portugal, Jiandong, apresentou aos jornalistas os mais recentes milestones da empresa e os resultados alcançados pela marca em Portugal, mostrando a vontade de ser a marca número um em “wearables” em Portugal.

“Portugal é um mercado muito, muito importante para nós”, explicou, no que toca à forma como vê o mercado português neste momento, de uma perspetiva macroeconómica.

Antes de vir para Portugal, foi diretor de retalho em Düsseldorf durante três anos e explica a sua vinda para cá com o facto de a empresa saber “que este mercado é muito importante” assim como o consumidor, explicando que são “encorajadores” para a Huawei.

Ainda sobre o comprador português, disse que são pessoas que estão “sempre felizes, muito amigáveis”, e sendo um povo “disponível”, o que dá à empresa mais “possibilidades”.

“A nossa missão é oferecer os melhores produtos aos consumidores”, por isso qualquer produto que ofereçam, seja um computador, um telemóvel ou um relógio é feito a pensar nos consumidores “e naquilo que querem” e “precisam”, diz, acrescentando que esta é a estratégia da Huawei no país.

A empresa explicou ainda que o número de dispositivos digitais está cada vez a aumentar mais na vida do consumidor e é previsto que no final de 2024 cada pessoa terá entre seis e oito destes dispositivos, sendo alguns exemplos os telemóveis, computadores, televisão e carros.

Desta forma, não estão a introduzir os produtos por quererem que as pessoas comprem, estão a introduzir no mercado porque sabem que as pessoas os procuram, especificamente nos produtos “wearables”.

Este segmento tem registado um crescimento acentuado na empresa nos últimos anos, especificamente por causa da pandemia, porque ajudaram os clientes a continuar ativos, mesmo estando em casa, com as suas variadas opções de treinos.

Na semana passada, a empresa apresentou em Milão um novo smartphone que vai ser primeiramente lançado na Alemanha, o Mate XS 2, e que apesar de ainda não ter data, o Country Head de CBG da Huawei Portugal anunciou que, sendo um mercado tão importante para a empresa, “estamos a trabalhar para o trazer para o mercado português”.

 

Mercado em tempo de pandemia vs atualmente

Quando questionado sobre como compara o mercado português em tempos de pandemia com o momento atual, o Country Head de CBG da Huawei Portugal falou nos centros comerciais do país e no facto de o alívio gradual das restrições ter trazido cada vez mais pessoas às lojas, pelo que considera que o mercado está “recuperado”.

No entanto, a pandemia também trouxe bons resultados à empresa, que em 2021 alcançou 10% de quota de mercado no setor dos PCs durante o período do regresso às aulas, querendo continuar agora com estes bons resultados.

Com a Covid-19, a Huawei teve de abrir uma loja online em abril do ano passado, que registou vendas de mais de um milhão de euros desde o seu lançamento até ao final do ano, incluindo todo o tipo de produtos no catálogo.

Concluindo, a empresa enfatiza a loja online e o crescimento do segmento “wearables” do período pré-pandemia para atualmente.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.