Portugal é o quinto país da Europa com mais desemprego jovem

Em agosto de 2021, 2,833 milhões de jovens, menores de 25 anos, estavam sem trabalho, ainda que procurando ativamente, na UE. Este número desce para os 2,317 milhões na zona euro. A taxa de desemprego relativa a esta faixa etária foi de 16,2% na UE (-0,2% face a julho), e de 16,4% na zona euro (-0,3%, tendo em conta o mês anterior).

Em Portugal, a taxa de desemprego dos menores de 25 anos é superior à média da UE e da zona euro, com 22,6%, uma descida face aos 23,4% contabilizados em julho, e aos 26,7% registados em agosto do ano passado. O país conta assim com um total de 75 mil jovens desempregados, menos quatro mil do que em julho.

Portugal é assim o quinto país do bloco europeu com a maior percentagem de desemprego jovem, precedido pela Espanha (33%), Grécia (30,8%), Itália (27,3%), Suécia (24,4%).

Numa ótica de género, neste mês a taxa de desemprego das mulheres na UE manteve-se superior aos homens (7,2%, contra os 6,5% do sexo masculino.

Na zona euro, a taxa de desemprego das mulheres diminuiu de 8,1%, em julho de 2021, para 7,9% em agosto de 2021, enquanto a taxa correspondente aos homens se manteve nos 7,1%.

Em agosto de 2021, a taxa de desemprego, ajustada sazonalmente, na zona euro foi de 7,5%, abaixo dos 7,6% de julho de 2021 e dos 8,6% de agosto de 2020, com um total de 12,162 milhões de desempregados, menos 261 mil pessoas, segundo os dados do Eurostat.

A taxa de desemprego na UE foi de 6,8% em agosto de 2021, abaixo dos 6,9% de julho de 2021 e dos 7,7% de agosto de 2020, batendo nos 14,469 milhões de desempregados, menos 224 mil pessoas.

Em Portugal, a taxa de desemprego caiu dos 6,6% verificados em julho, para os 6,4% contemplados em agosto, para as 326 mil pessoas, menos 14.00 pessoas em julho.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.