pub

Portugal deve registar mais de cinco mil casos diários no pico da pandemia, estima especialista

Os números da pandemia em Portugal são cada vez mais elevados e as previsões não são otimistas, com o especialista Manuel Carmos Gomes, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), a estimar mais de cinco mil casos diários no pico da pandemia.

Em entrevista à ‘Renascença’ o responsável revelou ainda que no final deste mês as novas infeções podem disparar para as 3.500, subindo ainda mais nos tempos seguintes, podendo mesmo chegar a ultrapassar as cinco mil, na altura do pico.

«Todos os dias me assusto mais quando olho para os números. Ainda não é possível ver o pico desta epidemia, mas estará, à vontade, acima dos cinco mil casos por dia. A esmagadora maioria dos portugueses ainda não tem proteção para este vírus. Estamos muito longe de uma percentagem de portugueses protegidos que evite aquilo a que estamos assistir», refere à rádio.

Para Manuel Carmo Gomes, Portugal regista um atraso crescente «entre o número de casos que estão efetivamente a ocorrer e o número que realmente nós conseguimos diagnosticar», razão pela qual «dizemos que o vírus está a ir à frente da nossa capacidade de rastreio e identificação de casos».

No que diz respeito às medida adotadas pelo Governo para conter a pandemia, o especialista assume-se pessimista. «Não vejo que estejamos a ser mais determinados. Mesmo com estas medidas que o senhor primeiro-ministro agora anunciou, estou pessimista que sejam suficiente», reforçou.

«Portugal devia adotar uma estratégia geral para o país, clara e transparente, relativamente à definição de de níveis de risco municipais e essa definição devia ser acompanhada de um conjunto de medidas que deviam ser adotadas localmente, no imediato», defende ainda.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...