PORTO BUSINESS SCHOOL – Entre as melhores do mundo

No ranking para 2018 elaborado pelo Financial Times, a Porto Business School mantém a sua classificação, face a 2017, apesar da entrada de sete novas escolas de negócio na corrida.

Na categoria Formação para Executivos (Open), a Porto Business School ocupa a 69.ª posição, e figura como a melhor, em Portugal, na categoria “Partner Schools”, que avalia a qualidade dos programas realizados em parceria com outras escolas de negócios. Já na categoria de Custom Executive Education, a Porto Business School mantém a 75.ª posição, resultado que se mantém igual ao ano anterior.

Estes resultados confirmam o caminho que a Porto Business School tem vindo a percorrer, primando pela qualidade da sua oferta formativa, pela sua forte proximidade ao tecido empresarial mas também pelas parcerias internacionais que tem vindo a desenvolver.

São vários os programas que corporizam estas parcerias: nos programas de MBA (MBA Executivo e The Magellan MBA) os alunos têm uma semana de aulas, em regime de imersão, numa das melhores universidades do mundo, a Cornell Samuel Curtis Johnson College of Business (#17 no Times Higher Education), em Nova Iorque, e uma segunda experiência internacional no Instituto de Empresa (Madrid); nos programas de pós-graduação e em alguns programas de formação para executivos, como o Curso Geral de Gestão, a Porto Business School estabeleceu uma parceria com a London Business School, uma das melhores escolas de negócios do mundo, para reforçar a componente internacional. Assim, para além das masterclasses com oradores internacionais de renome, os alunos dos programas de pós-graduação e do Curso Geral de Gestão da Porto Business School incluem a possibilidade de frequentar uma semana internacional numa das escolas de negócios do top 10 mundial, a London Business School; nos programas de formação para executivos, são vários os exemplos destas parcerias, como o Orchestrating Winning Performance for Portugal (OWPP), um programa de desenvolvimento de líderes globais, com a duração de sete dias, que funciona em regime de imersão e que decorre na Porto Business School e no campus do IMD em Lausanne e garante dupla certificação [Porto Business School e IMD].

Este é, pelo 8.º ano consecutivo, o reconhecimento do nível de excelência da Porto Business School. «Os últimos anos têm sido de crescimento para a Porto Business School, quer em número de alunos, nacionais e internacionais, quer em programas e volume de negócios. As parcerias estratégicas com escolas internacionais de referência, aliadas à nossa ligação ao universo empresarial têm-nos permitido desenvolver programas e metodologias inovadoras, criando um impacto positivo cada vez maior nas empresas e nas pessoas», refere Ramon O´Callaghan, dean da Porto Business School.

Para a direcção da Porto Business School este resultado é, simultaneamente, o reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido, mas um grande desafio para o futuro, na medida em que, todos os anos, novas escolas de negócio entram nesta corrida.

A Porto Business School vê-se como uma escola de negócios focada na formação para executivos, com uma postura inovadora e um mindset global. Tanto as empresas, como os participantes a nível individual, quando procuram a Porto Business School, procuram experiências marcantes e que tenham impacto na sua vida. E os programas desenvolvidos pela Porto Business School tentam dar resposta a essa necessidade, viabilizando o desenvolvimento de um pensamento estratégico e inovador e competências interpessoais, de comunicação eficaz e de trabalho em equipa, skills essenciais para quem precisa estar preparado para enfrentar a mudança, e os desafios que dela advêm.

VANTAGENS PROFISSIONAIS PARA OS ALUNOS

Mais de metade dos antigos alunos da Porto Business School teve uma mudança profissional um ano após a formação sendo que esta mudança se traduziu, em muitos casos, num aumento salarial médio na ordem dos 21%, segundo um survey a mais de 1000 antigos alunos da Porto Business School.

O mesmo estudo permitiu saber que para 53% dos antigos alunos de um programa de longa duração (The Magellan MBA, MBA Executivo e programas de Pós- -Graduação) na Porto Business School, frequentar um programa na Escola permitiu um salto no percurso profissional, um ano após uma formação, sendo que, destes, 30% dos inquiridos arranjaram um novo emprego, 16% foram promovidos e 7% criaram o seu próprio negócio.

Para mais de metade dos inquiridos no estudo, a mudança profissional representou a transição para cargos de maior responsabilidade. Aliás, são também notórias as diferenças entre as áreas profissionais antes dos programas de formação, com maior prevalência em áreas técnicas mais especificas como seja gestão de projecto, marketing e finanças, e após a formação, com cargos em áreas mais abrangentes e estratégicas, de direcção-geral e de desenvolvimento de negócio.

O empreendedorismo faz parte do ADN da Porto Business School e os números revelam isso mesmo: da amostra de cerca de 1000 inquiridos, 27% criaram pelo menos um negócio ao longo das suas vidas (1,8 em média), com maior prevalência nas áreas de auditoria e consultoria.

AUMENTO SALARIAL NA ORDEM DOS 20%

Quando questionados sobre os principais motivos que pesam na escolha da Porto Business School, 40% afirma que o reconhecimento e prestígio da escola pesou na escolha, 25% valoriza o facto de a Porto Business School desenvolver a sua oferta formativa em parceria com outras instituições, entre as quais escolas de negócio de topo a nível mundial e 21% valoriza a capacidade de resposta, atempada, às exigências do mercado. E não só. Mais de metade dos alunos inquiridos prefere a Porto Business School porque tem perspectivas de evoluir ou mudar de carreira, de obter um maior rendimento salarial, de aumentar a sua rede de networking (50%), de melhorar o seu desempenho profissional (47%) e de adquirir competências práticas e ferramentas de gestão (46%).

A formação trouxe a muitos alunos da Porto Business School novas oportunidades de carreira que, muitas vezes, se traduzem num aumento salarial. Em termos médios, estima-se que a progressão salarial, pós-programa de longa duração, se situe na ordem dos 21%. No caso dos programas de MBA, 40% dos inquiridos aumentaram o seu rendimento em mais de 50%, após a formação.

COMPETÊNCIAS DE GESTÃO E DE NEGÓCIOS VALORIZADAS

Com a perspectiva de novas oportunidades profissionais e aquisição de competências para vencer no mercado, os alunos valorizam as competências nas áreas de gestão e de negócios.

No que diz respeito à gestão, estão no topo das preferências as questões relacionadas com business intelligence & analytics, negócios digitais, estratégia, gestão da inovação e liderança.

Por sua vez, a transformação digital e o impacto da tecnologia nos negócios lideram o ranking das preferências de mais de metade dos inquiridos, seguidos do turismo e hotelaria, do planeamento de cenários futuros, e do sector da energia.

Quando questionados sobre quais os destinos que potenciam a internacionalização da Porto Business School – recorde-se que a escola tem várias parcerias com escolas de negócio de topo e semanas internacionais inseridas nos seus programas de formação – no topo surgem os países da América do Sul, da Europa Ocidental e do Leste Europeu.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nescafé Dolce Gusto abre casa pop-up só para amantes de café
Automonitor
SEAT Mii electric quase a chegar