Popularidade dos aforros leva IGCP a modernizar produtos do Estado

Os produtos de aforro do estado, como os certificados de aforro, estão em alta e o IGCP (Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública) quer modernizar este serviço.

De acordo com o ‘Jornal de Negócios’, o IGCP garante que os sistemas de aforro que foram concebidos há várias décadas não suportam a angariação e tratamento de dados sobre os aforradores que detêm certificados, nomeadamente idades, formação ou localização, por isso é necessário modernizar. Além disso, esta é uma evolução que faz parte do projeto de transformação digital do IGCP.

Sabe-se no entanto que há pouco mais de uma semana a agência assinou com os CTT um novo contrato de distribuição de dívida relativa aos canais online, sendo que as as condições comerciais são semelhantes ao anterior, passando a incluir níveis adicionais de satisfação dos aforradores, entre os quais o desenvolvimento dos canais online pelos CTT.

Recorda-se que atualmente só é possível abrir uma conta de aforrador, para subscrever pela primeira vez certificados de aforro e do Tesouro, presencialmente e nos Correios. O novo contrato pode passar a permitir a subscrição online evitando as filas que se criaram com a forte atratividade dos certificados de aforro ao longo dos últimos meses.

CTT e IGCP renovam contrato de distribuição de dívida pública

 

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.