Politécnico de Setúbal: Formação de quadros à medida das empresas

EXECUTIVE DIGEST CONTENTS

Se é verdade que o mercado de trabalho está em profunda transformação e que, mais do que nunca, é exigido aos profissionais um esforço constante de qualificação, esta realidade é tão mais premente quanto falamos em áreas como a Engenharia e Tecnologia, cujos conhecimentos se podem tornar obsoletos quase da noite para o dia.

É a pensar nisso que o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) tem vindo a reforçar e a diversificar a sua oferta de formação pós-graduada nestes domínios do conhecimento, através das suas duas escolas superiores de Tecnologia, em Setúbal (ESTSetúbal/IPS) e no Barreiro (ESTBarreiro/IPS).

Para 2021/2022, o IPS abre vagas para oito cursos de mestrado e duas pós-graduações (candidaturas até 1 de setembro), abarcando os vários domínios que vão desde a Engenharia Civil à de Software, com planos de estudo que contemplam estágio, formação em contexto real de trabalho ou desenvolvimento de projetos.

Cursos que dão “resposta a necessidades concretas”

Enquanto instituição de ensino superior politécnico, o IPS está permanentemente atento às necessidades e exigências das organizações, e neste caso em particular, “do tecido empresarial e industrial da região e do País”, como sublinha Nuno Nunes, diretor da ESTSetúbal/IPS.

Segundo o responsável, procuram a ESTSetúbal/IPS “quadros superiores de empresas, muitos deles antigos estudantes do IPS, que sentem a necessidade de consolidar os seus conhecimentos em áreas específicas das engenharias, pelo que os cursos são estruturados e organizados tendo em consideração estes aspetos”, nomeadamente através do funcionamento em regime pós-laboral.

Entre as ofertas mais recentes, destaca-se o mestrado em Engenharia e Gestão de Energia na Indústria e Edifícios, curso que visa a formação de especialistas em Auditoria e Gestão de Energia, com especial incidência nos edifícios de Serviços, Indústria e Transportes, e que foi concebido para funcionar em regime misto (presencial e a distância), considerando as necessidades atuais e as novas tecnologias disponíveis.

O diretor da ESTSetúbal/IPS elenca ainda outras formações desenhadas para “dar resposta a necessidades concretas”, como são os casos dos mestrados em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Engenharia de Software e Engenharia de Produção, além do mestrado em Segurança e Higiene no Trabalho, em parceria com a Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE/IPS). Finalmente, abordando uma “área atual, emergente e em franco desenvolvimento”, a ESTSetúbal/IPS tem também disponível uma pós-graduação em Motorização de Veículos Elétricos e Híbridos.

Taxa de empregabilidade à beira dos 100 por cento

Quanto à ESTBarreiro/IPS, a oferta de mestrados centra-se na Engenharia Civil, Conservação e Reabilitação do Edificado e Engenharia Biológica e Química, “áreas atualmente com grande procura de profissionais e com boas oportunidades de trabalho”, garante o seu diretor, Pedro Neto, que exalta as vantagens da formação avançada. “Permite ao diplomado apresentar-se num grupo mais restrito de profissionais e, deste modo, aumenta significativamente as probabilidades de auferir maiores salários, e de ter maior estabilidade no mercado de trabalho, dada a sua maior capacidade de resposta e maior adaptabilidade a mudanças de contexto”. O responsável lembra também que o acesso a algumas ordens profissionais apenas é possível com o grau de mestre.

Atualmente, são mais de um milhar os estudantes que frequentam cursos de mestrado no IPS, em todas as áreas ministradas, segmento em que a taxa de empregabilidade atinge os 99 por cento, rasando o pleno emprego.

Sucesso que, no entender de Pedro Neto, se deve à estreita articulação com os empregadores, ao nível da conceção e desenvolvimento dos cursos” e se traduz, não só “na procura de diplomados da ESTBarreiro/IPS por parte do meio empresarial”, como também no seu “feedback manifestamente positivo”. Não menos importante, a prossecução de estudos em programas de doutoramento por parte destes diplomados surge como “mais uma demonstração da qualidade e do rigor do ensino de mestrado ministrado na ESTBarreiro/IPS”, conclui o diretor.

Mais informações aqui.

Ler Mais


Comentários
Loading...