Pó de talco leva Johnson & Johnson a tribunal (outra vez)

Terá a Johnson & Johnson mentido sobre os potenciais riscos de cancro do pó de talco que comercializa? É este o ponto de partida da acção criminal que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América está a levar a cabo com a multinacional como alvo. De acordo com fontes citadas pela Bloomberg, um “grand jury” irá analisar o caso e rever documentos relacionados com o que os responsáveis da Johnson & Johnson sabem sobre os perigos dos seus produtos.

No relatório anual divulgado pela Johnson & Johnson em Fevereiro, a multinacional já dava conta de ter recebido intimações do Departamento da Justiça e da Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos. Num email enviado à Reuters na passada sexta-feira, a empresa garante que não existem novos desenvolvimentos, assegurando apenas que está a cooperar.

Recorde-se que esta não é a primeira vez que o pó de talco leva a Johnson & Johnson a tribunal. A empresa enfrenta um processo que envolve mais de 14 mil queixosos, que alegam ter cancro como consequência da utilização do pó de talco da marca.


Comentários
Loading...