PIB português cresce 4,2% no terceiro trimestre

De acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Instituto Português de Estatística (INE), o  Produto Interno Bruto (PIB), em termos reais, registou uma variação homóloga de 4,2% no 3º trimestre de 2021. No trimestre anterior, este registou uma variação homóloga de 16,1%, em grande medida, devido ao forte impacto da pandemia no 2º trimestre de 2020.

O contributo da procura interna contribuiu para uma variação homóloga positiva do PIB, embora tenha sido menos expressiva do que a observada no trimestre anterior. No que respeita ao contributo da procura externa líquida, este manteve-se negativo no 3º trimestre, “verificando-se um aumento das Importações de Bens e Serviços ligeiramente mais pronunciado que o crescimento das Exportações de Bens e Serviços”, explica o INE.

Os dados hoje divulgados sublinham ainda que no 3º trimestre de 2021, “os deflatores das importações e das exportações registaram crescimentos acentuados, sobretudo relacionados com a evolução dos preços dos produtos energéticos e das matérias primas, prolongando-se a perda nos termos de troca observada no trimestre precedente”.

 

(Notícia em atualização)



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.