Páscoa. Augusto Santos Silva apela aos imigrantes: «Não devem vir para Portugal»

O ministro dos Negócios Estrangeiros reforçou o apelo do Chefe do Governo, que já esta manhã, durante a discussão e votação da renovação do Estado de Emergência, no Parlamento, tinha voltado a chamar à atenção para a necessidade de manter as restrições no período da Páscoa.

Augusto Santos Silva publicou hoje no Twitter um vídeo com um pedido aos «milhares de emigrantes que nos visitam para ver os seus e as suas famílias» para que não viajem a Portugal no período da Páscoa. Este ano, «isso não pode acontecer», vincou, justificando que «a pandemia a isso obriga».

O ministro disse ainda que «temos de manter-nos nas nossas residências» e que, por isso, «os nossos emigrantes têm de ficar nas suas casas. Não podem vir para Portugal».

Portugal regista, neste momento, 209 vítimas mortais e 9.034 casos confirmados de infecção por Covid-19, segundo dados do boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado nesta quinta-feira.

O Parlamento aprovou esta quinta-feira o decreto presidencial de renovação do Estado de Emergência, devido à pandemia de Covid-19. O (renovado) Estado de Emergência entra em vigor à meia-noite de 3 de Abril, pelo período de 15 dias previstos na Constituição, que termina às de 19 de Março, pelo período de 15 dias previsto na Constituição, que termina às 23:59 dia 17.

Ler Mais
pub

Artigos relacionados
Comentários
Loading...