“Ordem e Progresso” na digitalização do Brasil

Por Miguel Alves Ribeiro, Fundador e CEO da sheerME

Caracterizado por uma população de mais de 200 milhões de habitantes e uma das maiores economias do mundo, o Brasil é um território altamente estimulante e auspicioso no que toca ao mercado tecnológico, tornando-se o epicentro do crescimento internacional de muitas startups.

O Brasil tem sentido um aumento significativo de investimento em tecnologia, de acordo com o estudo “IBR – International Business Report” da Grant Thornton que concluiu que a maioria  dos empresários brasileiros (79%) têm planos para investir em Tecnologias da Informação (TI) nos próximos doze meses, sendo que o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de investimento em TI. Especialmente após o sucesso do Web Summit Rio, o Brasil tem sido alvo de uma crescente atenção por parte das empresas portuguesas. Este evento permite que negócios tecnológicos reforcem a sua marca e posicionamento, e conectem-se com potenciais parceiros e clientes, mostrando ao mundo o potencial tecnológico do Brasil e abrindo os olhos de Portugal para as oportunidades que este mercado oferece.

A constante evolução tecnológica, a abertura para parcerias estratégicas e a cultura diversificada são algumas das vantagens deste mercado que é uma verdadeira Europa por si só, com um grande potencial de crescimento.

Como fundador, vejo o Brasil como um parceiro estratégico que oferece um terreno fértil para o crescimento de startups focadas na digitalização de serviços, especialmente no setor do bem-estar e beleza. O Brasil apresenta uma dimensão que abrange mais de 700 mil espaços, em comparação com os cerca de 420 mil em toda a Europa. O mercado brasileiro é impulsionado por uma constante procura por produtos e serviços dentro desta área e está repleto de oportunidades de negócio. Paralelamente, o crescimento da classe média e a consciencialização sobre a importância da saúde física e mental têm despertado o interesse dos consumidores por este tipo de serviços e de empresas a ingressar neste mercado.

Adicionalmente, a multiculturalidade do Brasil, que reúne tantas características físicas diferentes (tipos de cabelo e pele, por exemplo), levanta a necessidade de uma ampla variedade de opções de cuidados pessoais. Além disso, a noção de que o bem-estar interior é igualmente ou mais relevante que o físico tornou-se ainda mais proeminente na sociedade brasileira, especialmente após a pandemia, levando-os a procurar cada vez mais serviços holísticos. Por conseguinte, estes fatores dão origem, também, a uma grande abertura do mercado para que consigamos colmatar esta exigência dos consumidores do Brasil. A capacidade de nos adaptarmos às diversas necessidades culturais, estéticas e emocionais dos clientes torna-se não só uma vantagem competitiva, como uma necessidade fundamental para o sucesso de pequenas e grandes empresas no mercado de bem-estar e beleza no Brasil.

O Porto Maravalley é um exemplo vivo do dinamismo que caracteriza o Brasil. Este é o primeiro hub de inovação deste país e o maior do Rio de Janeiro, unindo o governo a startups, investidores e empreendedores de algumas das empresas tecnológicas mais relevantes. Conhecida como “Cidade Maravilhosa”, é na antiga capital do Brasil que as empresas portuguesas vêem oportunidades de investir e trabalhar. Neste país, acredito que a melhor estratégia é concentrar esforços num Estado de cada vez, construindo uma base sólida para o crescimento futuro.

Estamos entusiasmados por fazer parte desta jornada e ver o que o futuro reserva para todas as empresas portuguesas que estão a descobrir o Brasil como um destino de oportunidades.

Ler Mais