OPEP corta produção pela primeira vez em oito anos

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) concordou com o esboço de um acordo que propõe o primeiro corte na produção desta matéria-prima em oito anos. O documento prevê um limite máximo de produção entre os 32,5 e os 33 milhões de barris por dia, face aos 33,25 milhões em Agosto.

De acordo com a Bloomberg, o acordo será positivo não só para a OPEP mas também para a indústria energética no geral, incluindo gigantes como a Exxon Mobil e empresas de dimensão mais reduzida. O limite da produção deverá também dar novo fôlego à economia de países ricos em petróleo como a Rússia e Arábia Saudita. Para os consumidores, as notícias poderão não ser tão optimistas, uma vez que os preços deverão subir.

Bijan Namdar Zanganeh, ministro iraniano, explica que o acordo em cima da mesa estabelece que a produção limitada deverá ser dividida entre todos os países membros da OPEP.




loading...

Comentários estão fechados.