OMS confirma que infeções têm diminuído a nível mundial nas últimas seis semanas

A diretora de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS), Maria Neira, confirmou esta terça-feira que as infeções pelo novo coronavírus têm vindo a diminuir a nível mundial há seis semanas. A responsável previu ainda que 2021 vai permitir uma normalização da situação pandémica.

No entanto, pediu que se analisassem mais as causas da crise, no futuro, para reduzir o seu impacto para as populações. “Se fomos capazes de chegar a Marte, temos de ser capazes de combater este vírus e aqueles que chegam”, sublinhou, citada pela EuropaPress.

A perita da OMS também destacou o “papel essencial da indústria alimentar” durante o seu discurso. “A produção de alimentos saudáveis e sustentáveis deve ser um pilar fundamental para evitar que tenhamos outra crise como a atual, seja epidemiológica ou devido aos efeitos das alterações climáticas”, considerou.

Maria Neira assegurou ainda que a pandemia reforçou as respostas a situações epidemiológicas semelhantes, mas considerou que as causas devem ser abordadas para minimizar os riscos.

Neste caso, salientou a necessidade de combinar saúde humana, ambiental e animal, e apontou os riscos emergentes que poderão causar crises globais nos próximos anos. Nomeadamente, o acesso mundial à água potável, o efeito dos combustíveis fósseis na saúde, as alterações climáticas, entre outros.


Comentários
Loading...