O que dizem os líderes de empresas em Portugal sobre diversidade, inclusão e equidade no local de trabalho?

Accenture, Argo Partners, Cisco, Cuatrecasas, EDP, FNAC, IKEA, Mercer, Microsoft e Sérvulo & Associados integram o Fórum de Líderes para a Igualdade e uniram-se para debater os temas de Diversidade, Inclusão e Equidade nas organizações em Portugal.

A primeira conferência deste fórum contou com a participação de Ana Catarina Mendes, Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, e com uma mensagem de Sua Excelência o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sous, que saudou o compromisso das 10 empresas com a diversidade e inclusão, fazendo votos de que este “se amplifique no futuro e se projete em muitas mais ações, por um Portugal mais justo e equitativo”.

Ana Catarina Mendes lembrou que o terceiro Plano Nacional para a Igualdade será aprovado em breve, e que o Observatório contra o Racismo está marcado para Dezembro. “Falamos de igualdade de oportunidades enquanto garantia de coesão e é um orgulho ter-vos como parceiros”.

E o que dizem os líderes de empresas sobre diversidade, inclusão e equidade no local de trabalho?

Durante a Conferência, José Gonçalves, Diretor-Geral da Accenture Portugal, lembrou que é importante alertar as organizações para que não se centrem apenas em acrescentar valor para os acionistas. “Temos de ser bons cidadãos corporativos. E a primeira premissa da nossa cultura é a tolerância zero à discriminação”.

Já Filipa Leite de Castro, da Argo Partners, reforçou que o recrutamento é um eixo essencial da diversidade e inclusão e começa “não só na capacitação das pessoas mas também nas empresas que estão dispostas a receber talento diverso”.

Miguel Almeida, Diretor-Geral da Cisco Portugal, diz que é “crítico para a economia que as organizações acolham todo o mercado, sem restrições”.

Maria João Ricou, Managing Partner da Cuatrecasas, referiu que além das iniciativas concretas e diversificadas que estão a ser levadas a cabo pelos signatários do movimento, o plano é “continuar a promover a reflexão e o debate conjunto, a partilha de experiências e soluções, envolvendo e mobilizando outros decisores e líderes para dinamizar iniciativas concretas que beneficiem o tecido social português”.

Vera Pinto Pereira, Executive Board Member da EDP, disse que na sua organização o tema da diversidade na organização está indexado a indicadores de performance. “Orgulhamo-nos do caminho feito mas ainda estamos longe de onde devíamos estar”.

Helen Duphorn, Retail Manager da IKEA Portugal, lembrou a génese deste projeto e sublinhou a relevância da liderança das empresas representar a sociedade em todas suas dimensões pois “temos de espelhar a sociedade que servimos”.

Rodrigo Simões de Almeida, CEO da Mercer, sublinhou a importância de iniciativas como a do Fórum de Líderes ou do Compromisso do ICF para reforçar a capacidade de capacitação e consciencialização para a incorporação de minorias nas organizações.

Andres Ortolá, Diretor-Geral da Microsoft Portugal, assinalou que a diversidade e inclusão devem estar inscritas no ADN cultural das empresas e lembrou a necessidade de transparência para com os dados demográficos das empresas e a humildade perante a falta de progresso como um motor de incentivo ao desenvolvimento.

Paula Bordalo Faustino, Of Counsel da Sérvulo & Associados, sublinhou que até em áreas como no Direito, em que há um número maior de mulheres, o desafio maior prende-se com o acesso à Liderança. “É preciso que quem chega e quer evoluir tenha as mesmas oportunidades de ocupar lugares de topo”.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.