O futuro começa hoje

Por Bernardo Corrêa de Barros, Presidente do Turismo de Cascais

O estado de emergência chegou finalmente ao fim.

O País começa, quase como um todo, a ter a possibilidade de respirar e a sensação de retoma e a esperança por dias melhores, fazem aumentar os níveis de confiança de toda uma indústria.

Entramos agora numa quase sensação de normalidade. Quase…

Quase que podemos estar num restaurante como na fase pré-pandemia, quase que podemos ir à praia (quando a época balnear se iniciar em alguns concelhos a 15 de maio) de uma forma normal, quase que podemos ir a um espetáculo como antigamente. Quase…

Os olhos estão agora voltados para a regulamentação do Certificado Verde Digital, que deverá entrar em fase de testes já em maio, para se efetivar a sua implementação em junho, centrando-se nesta fase, o debate a 27 sobre questões mais delicadas, tais como, discriminação e proteção de dados. As boas notícias são, que a Europa já disponibilizou 49 M€ para desenvolvimento da plataforma digital de suporte ao certificado e para apoio aos Estados-membros para desenvolvimentos locais.

Naturalmente, começaram as guerras comerciais pela captação de turistas e o Parlamento Europeu manifesta a sua preocupação relativamente ao custo dos testes, alegando que a disparidade do preço dos testes em cada um dos Países aumenta a discriminação, querendo, pelo menos, estabelecer um tecto máximo para o custo dos testes, sendo esta matéria de difícil legislação, dado que remete para a legislação de cada País e uma negociação destes com os privados.

Em Cascais, desde dia 2 de abril, estamos a testar gratuitamente todos os trabalhadores do comércio, hotelaria, instituições e serviços do concelho, duas vezes por mês. Estamos desta forma a passar uma mensagem clara de que a segurança de todos é a nossa maior preocupação, aumentando assim a confiança de quem nos visita e de quem todos os dias sai de casa para trabalhar.

Dados importantes foram, entretanto, libertados. Um estudo recente realizado pelos principais mercados emissores de turistas para Portugal, vem dar alento e boas perspetivas ao nosso País.

Segundo os resultados do estudo, Portugal faz um match perfeito nas preferências de quem planeia viajar, dado que, países com história, praias e natureza são claramente destacados como os preferidos dos viajantes. Dos inquiridos, 75% elege a Europa do Sul (onde Portugal está inserido) como destino para o verão de 2021, sendo que destes, 52% considera Portugal para as suas férias de lazer.

O mesmo estudo faz também ressalva a diversas preocupações por parte de quem viaja, em especial a baixa incidência de casos COVID19 no País, a flexibilidade de cancelamento após a compra, informação disponível para realização de testes no regresso, bem como, a desinfeção de transportes públicos e a perceção de um hotel seguro com desinfeção regular dos espaços públicos. A ausência de medidas de proteção individual e de distanciamento social, são fatores de exclusão do destino.

Informação como a que é libertada por este estudo, constitui uma valiosa ferramenta para a tomada de decisão e os dados disponíveis importantíssimos para uma comunicação mais assertiva, o que deveria levar à tomada de medidas por parte de todos, público e privados.

Estamos quase lá, o futuro começa hoje!

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...