Novo parque solar da EDP é o maior da empresa em Portugal

A EDP prepara-se para instalar o seu maior parque solar com armazenamento de energia em Portugal. Fruto de um acordo com a fabricante de baterias Exide, o projecto abrange duas centrais de 3,8 MWp em Castanheira do Ribatejo e Azambuja, onde a empresa tem instalações.

Estão previstos mais de 10 mil painéis solares distribuídos por 20 mil metros quadrados. Deverão estar operacionais no primeiro trimestre de 2020 e, segundo a EDP, proporcionarão uma poupança significativa na conta de energia da Exide, uma vez que a energia produzida servirá para cobrir parte da electricidade consumida pelas duas instalações.

As unidades de produção foram contratadas através do modelo de negócio Energy Manager, segundo o qual o investimento é integralmente coberto pela EDP. A energética assume a construção da central e compromete-se a vender a electricidade produzida no local à Exide por um preço competitivo. Durante os primeiros 15 anos, a EDP será responsável pela operação, manutenção e monitorização em tempo real do projecto. Quando o contrato expirar, a central torna-se propriedade do cliente.

Em termos comparativos, a energia produzida pelo novo parque daria para abastecer mais de duas mil residências. Além disso, permitirá evitar a emissão de 31 mil toneladas de CO2, correspondente a um milhão de árvores plantadas.

«A EDP está empenhada em oferecer aos seus clientes soluções sustentáveis e eficientes e este projecto inovador e pioneiro representa uma vantagem competitiva em relação ao mercado, reforçando a aposta em relações duradouras com benefícios para todas as partes», explica Vera Pinto Pereira, presidente da EDP Comercial.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Artigos de pele portugueses inspiram campanha
Automonitor
Renault apostada na eletrificação em 2020