Infarmed retira de forma imediata medicamento para a depressão devido a impurezas

O Infarmed mandou recolher, esta terça-feira, os medicamentos Duloxetina toLife, Duloxetina, cápsula gastrorresistente, nas dosagens de 30mg e 60mg, utilizados para a depressão.

“A empresa Towa Pharmaceutical irá proceder à recolha voluntária dos medicamentos Duloxetina toLife, Duloxetina, cápsula gastrorresistente, nas dosagens de 30mg e 60mg por ter sido detetado um resultado analítico acima dos limites aceitáveis para uma impureza”, aponta, em comunicado.

Assim, o Infarmed determina a suspensão imediata da comercialização destes lotes, avisando que “as entidades que possuam estes lotes de medicamentos em stock não os podem vender, dispensar ou administrar, devendo proceder à sua devolução”.

Por último, recomenda que “os doentes que estejam a utilizar medicamentos pertencentes a estes lotes não devem interromper o tratamento. Logo que possível, devem contactar o médico para substituir por outro lote ou um medicamento alternativo”.

Pode consultar se tem algum dos lotes em questão nesta lista.

Ler Mais