Donald Trump ameaça enviar Mark Zuckerberg para a prisão caso seja eleito para a Casa Branca

Donald Trump não pretende que Mark Zuckerberg se esqueça da longa desavença entre os dois: num post na ‘Truth Social’, o antigo presidente americano indicou que os “defraudadores eleitorais” seriam presos se fosse eleito em novembro – no post na sua rede social, citou diretamente o CEO da Meta.

“Eles não têm vergonha! Tudo o que posso dizer é que, se for eleito presidente, perseguiremos os defraudadores eleitorais a níveis nunca vistos e serão enviados para a prisão por longos períodos de tempo”, escreveu Trump, salientando: “Nós já sabemos quem são. Não façam isso. ‘Zuckerbucks’, tenha cuidado.”

Donald Trump deixou a ameaça num post sobre o Safeguard American Voter Eligibility Act, mais comummente conhecido como SAVE Act, refere a publicação ‘Business Insider’, uma legislação proposta que exigiria prova de cidadania para votar em eleições federais.

Recorde-se que em fevereiro de 2023 Donald Trump acusou o fundador do ‘Facebook’ de defraudar as eleições, depois de um link para uma reportagem da ‘Fox News’ que dizia que a doação de 2 milhões de dólares de Zuckerberg a um conselho eleitoral da Geórgia está a ser investigada. “Por que ele não está a ser processado?”, inquiriu Trump. “Os democratas só sabem trapacear. A América não vai aguentar muito mais tempo!”

No entanto, a rivalidade entre os dois começou há vários anos, ainda durante a presidência de Trump. Em junho de 2020, Zuckerberg disse que estava “profundamente abalado e enojado com a retórica divisiva e incendiária do presidente Trump”, depois de o ‘Facebook’ ter sido criticado por permitir que o então presidente fizesse comentários violentos na rede social.

Após os distúrbios no Capitólio, Donald Trump foi proibido de usar o ‘Facebook’. Numa declaração à época, Zuckerberg disse que a companhia acreditava que “os riscos de permitir que o presidente continue a usar nosso serviço durante esse período são simplesmente grandes demais”.

A proibição foi suspensa em janeiro de 2023.

Ler Mais