pub

Nokia passa de perdas a lucro de 170 milhões até setembro mas vendas caem

A Nokia teve um lucro de 170 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, apesar da queda nas vendas, contra um prejuízo de 557 milhões contabilizado no mesmo período de 2019, anunciou a empresa finlandesa de telecomunicações.

A multinacional refere ainda, em comunicado, que o resultado operacional se situou em 444 milhões de euros no período em análise, que compara com o valor negativo de 318 milhões registado nos primeiros nove meses do ano passado.

Segundo a Nokia, a recuperação da rentabilidade do negócio deveu-se, sobretudo, aos custos operacionais inferiores, fruto das medidas financeiras tomadas e das menores despesas com depreciações e pessoal, além do acréscimo verificado no lucro antes de impostos.

A empresa, um dos três maiores fabricantes mundiais de equipamentos para a rede móvel, em conjunto com a Huawei e a Ericsson, obteve uma faturação de 15.299 milhões de euros até setembro, embora inferior em 7,2% em termos homólogos.

A Nokia atribuiu a queda da faturação à diminuição da venda de redes de telecomunicações e de serviços associados, apesar de todas as suas divisões de negócios terem apresentado uma menor receita.

A empresa referiu ainda que a pandemia de Covid-19 afetou os negócios, em particular por causa do encerramento temporário de algumas fábricas, o que teve um impacto negativo nas vendas na ordem dos 200 milhões de euros, embora o grupo empresarial acredite que estas vendas não se tenham perdido, mas que se concretizarão mais tarde.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...