«Não podemos manter durante muitos dias mais de seis mil casos diários», diz Marta Temido

Portugal soma hoje mais 6.472 casos de infecção pelo novo coronavírus e a ministra da Saúde alerta que «não podemos manter durante muitos dias mais de seis mil casos diários». Em entrevista à SIC, Marta Temido deixa claro que «já estamos numa situação crítica» e que Portugal se encontra numa fase em que «arrisca». É, por isso, crucial «parar a transmissão da doença».

Uma das principais preocupações das autoridades passa pela possibilidade de os hospitais nacionais contarem em breve com cerca de 700 doentes internados nos cuidados intensivos. O relatório de hoje da DGS dá conta de 485 pessoas em UCI e Marta Temido adianta que são 569 as camas disponíveis.

Segundo a ministra, há a «disponibilidade para doentes Covid de 569 camas e num número que, de acordo com a agregação hospitalar, é de 1.036 camas para doentes de cuidados intensivos».

Na mesma entrevista, a ministra sublinha que os hospitais têm estado todos os dias a reforçar a sua capacidade, tendo sido aprovada uma resolução que garante autonomia aos hospitais no sentido de contratarem profissionais. «Tem sido um trabalho hercúleo por parte das administrações hospitalares.»

 



Artigos relacionados
Comentários
Loading...