Mulheres ganham menos três mil euros que os homens na “BBC”, diz veterana do jornalismo

3D illustration of male and female symbols with 2 piles of coins a small one for women and a larger one for men.

A jornalista Samira Ahmed colocou uma acção judicial contra a “BBC”, para travar as diferenças salariais entre homens e mulheres naquele canal televisivo britânico.

De acordo com o jornal espanhol “El País”, Samira Ahmed ganha 500 euros, enquanto o também jornalista Jeremy Vine cobra 3500 por cada programa na mesma «casa».

«Não entendo porque é que a BBC acha que o meu trabalho vale um sexto do que um homem faz de forma idêntica a mim. No verso do meu cartão estão escritos os valores defendidos pelo canal e, entre outros, aludem ao respeito e à celebração da diversidade», disse Ahmed em tribunal, que exige agora uma indemnização no valor de 800 mil euros.

Entretanto, a “BBC” já veio reagir, argumentando que existem grandes diferenças entre programas de informação e de entretenimento, algo que se reflecte tanto na programação como nas audiências. O primeiro, explica, exige jornalistas treinados para o seu trabalho, como Samira Ahmed; enquanto o perfil do apresentador é mais importante do que o conteúdo, como Jeremy Vine.

Aludindo a um estudo de 2017, recordou ainda que 71% dos inquiridos sabiam quem era Vine, ao contrário de Ahmed (29%).

Ainda de acordo com os últimos dados da “BBC”, relativos à tabela salarial, o canal reduziu a diferença de rendimentos entre géneros para 6,7, face aos 10,7% registados em 2017. Entre 2700 jornalistas, o director-geral do canal, Tony Hall, reafirmou que «a diferença salarial mal chega a 1%».

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players
Automonitor
As ideias (brilhantes) da Skoda