Mota-Engil e Quadrante juntam-se para desenvolver estádio na Costa do Marfim

As empresas portuguesas Mota-Engil e Quadrante estão a desenvolver o projeto de reabilitação e expansão do Stade Félix Houphouët-Boigny, em Abidjan, na Costa do Marfim, à semelhança do que se passou com o “Stade da la Paz” em Bouaké, no mesmo país.

Este novo projeto, contará com uma área de cerca de 27.000 m2 e capacidade para receber cerca de 30 mil espectadores. Está também prevista a reformulação e ampliação das áreas de apoio logístico, zona para atletas, campo de aquecimento, áreas dedicadas aos media e ao público, assim como, acessos e estacionamento com 150 lugares. Adicionalmente será também construído um edifício de escritórios que irá albergar a sede da ONS – Office National des Sports.

Rui Santos, Arquiteto da Quadrante responsável pelo projeto, explica que “a Arquitetura inspirou-se nas referências e cultura locais para criar um ícone marcante e contemporâneo para a cidade de Abidjan. Procurámos tirar partido da estrutura metálica e de betão na materialização da nova cobertura e fachada, que assumem um papel de destaque”.

Já Nuno Costa, CEO da Quadrante acrescenta que “na QUADRANTE temos uma equipa de quase 300 Arquitetos, Engenheiros, especialistas nas áreas da Sustentabilidade, BIM, Controlo de Custos, entre outros, que combinam sinergias para pensar o projeto de uma forma integrada. Acreditamos que esta metodologia permitiu criar uma solução de elevado valor para a Mota Engil, uma vez que todas as especialidades trabalharam em conjunto, otimizando soluções, desde a fase de concurso”.

A parceria da Mota-Engil e da Quadrante remonta a 2007, em vários projetos que incluem a construção e gestão de infraestruturas para as áreas de Engenharia e Construção, Ambiente e Serviços, Concessões de Transportes, Energia e Mineração, ou seja, em todas as áreas de negócio e nas várias geografias onde a Mota-Engil tem atividade.




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.