pub

Metade do que o CEO da Microsoft ganha passa a estar dependente de objectivos

A compensação total da Satya Nadella enfrenta, a partir de agora, novas regras. Segundo avança o Business Insider, metade do montante que o CEO da Microsoft recebe dependerá do cumprimento de determinados objectivos – em áreas como cloud ou videochamadas.

No ano fiscal anterior, o cumprimento de metas tinha um peso de apenas 36% na compensação de Satya Nadella, pelo que se verifica um aumento significativo em apenas 12 meses. A mesma publicação justifica a novidade com os esforços da tecnológica no sentido de reorganizar as suas prioridades em termos de objectivos. Aumentar o número de utilizadores activos na plataforma Teams, por exemplo, é um dos novos focos.

Estes objectivos também podem ser incrementar o número de subscritores do Xbox Game Pass, melhorar as receitas do negócio de cloud ou do departamento dedicado aos computadores Surface.

O CEO da Microsoft ganhou mais de 44,3 milhões de dólares no último ano fiscal, o que representa um aumento de cerca de 3% face aos 42,9 milhões de dólares de compensação total registados no ano anterior.

O comité que decide a compensação tem louvado a capacidade de liderança de Satya Nadella durante a pandemia, elogiando a forma como a empresa garantiu desde cedo um ambiente de trabalho seguro e remoto para os seus funcionários.

pub

Comentários
Loading...