Mercedes cria lounge 100% sustentável na Nazaré

A Mercedes deu hoje a conhecer um novo espaço físico criado na Nazaré, com o nome Mercedes-EQ Lounge, integrado na estratégia de sustentabilidade da marca. Este é um projeto que dá continuidade à associação da Mercedes à proteção do meio ambiente, à preservação dos oceanos e ao Surf de Grandes Ondas. 100% sustentável e construído de raíz com esse objetivo, o Mercedes-EQ Lounge destina-se, segundo a Mercedes, “não apenas a surfistas, mas também à comunidade, clientes, fãs e simpatizantes da marca”.  

Para apresentar este novo projeto, a Mercedes realizou uma conferência online onde estiveram presentes o CEO da Mercedes-Benz Portugal, Holger Marquardto diretor de Marketing e Comunicação Jorge Aguiar e ainda o embaixador da marca e surfista de ondas gigantes, Garrett McNamara. O encontro foi moderado por André Silveira, responsável de Comunicação da Mercedes-Benz Cars. 

De acordo com Holger Marquardt, “vivemos tempos de mudança, e como tal, enfrentamos enormes desafios. As mudanças climáticas, as novas tendências demográficas, a crescente falta de recursos e a digitalização obrigam-nos cada vez mais a evoluir e a mudar. É necessária uma ação sustentável do nosso negócio de mobilidade. Por isso, para nós, as responsabilidades ecológica, social e económica andam de mãos dadas ao longo de toda a cadeia de valor”. 

O CEO da Mercedes acrescenta que o objetivo é lançar a Mercedes-Benz numa nova era “fascinante ao nível da sustentabilidade, neutra no nível de emissões e, claro, economicamente sustentável”. 

Reciclar e reutilizar 

Jorge Aguiar detalhou o projeto Mercedes-EQ Lounge na Nazaré dizendo que este é um “espaço autossustentável, desenvolvido com base numa inspiração vinda dos oceanos e da Natureza. Trata-se de um barco, como os antigos que existiam na Nazaré, e foi construído através de materiais que foram reciclados e reutilizados”. Segundo a diretor de Marketing e Comunicação da Mercedes, “tudo foi construído com um mínimo de impacte ambiental”. 

Segundo a marca, desde as paredes e bancos de suporte, as mesas, cadeiras e elementos que delimitam a área de jardim, as portas, portadas e janelas no interior, tudo foi construído com recurso a esses materiais reciclados, oriundos da construção original, do princípio do século passado, ou provenientes da comunidade piscatória da Nazaré. Foi também utilizada madeira queimada no incêndio de 2017 no Pinhal de Leiria. 

Jorge Aguiar explicou ainda que foram instalados no novo espaço quatro postos de carregamento para veículos elétricosNo Mercedes EQ-Lounge é possível observar todo o circuito elétrico proveniente da reutilização de uma bateria de uma das primeiras unidades do modelo Classe B 100% elétrico, que permite agora armazenar a energia captada pelos painéis fotovoltaicos. 

Este é um espaço multifuncional onde a Mercedes promete debater temas como a proteção dos oceanos, a reutilização de baterias elétricas, a economia circular, a aposta na formação da comunidade para um desenvolvimento sustentável. Segundo a marca, e de acordo com as regras em vigor no presente e no futuro, este espaço poderá receber eventos exclusivos com uma lotação de 12 a 50 pessoas no interior, e mais de 500 na área circundante. 

Jorge Aguiar revelou ainda que numa fase posterior, o Mercedes-EQ Lounge terá um “museu da história do Garrett McNamara na Nazaré”. 

A escolha da Nazaré como anfitriã deste novo lounge está relacionada com o tema da sustentabilidade e com a associação da Mercedes ao Surf de Grandes Ondas e a Garrett McNamara, que em 2011 alcançou o record no Guinness World Records ao surfar a maior onda do mundo. Há já 10 anos que a Mercedes aposta nesta modalidade com vários projetos, como MBoard Project, o Mercedes-AMG Red Chargers, ou até mesmo a onda surfada no Rio Tejo por Garrett McNamara. 

Ambições sustentáveis  

A conferência de apresentação do Mercedes-EQ Lounge serviu também para falar da iniciativa “Ambition 2039″ da Mercedes-Benz. Com esta iniciativa, a marca pretende oferecer um portfolio de novos modelos de veículos neutros em emissões de carbono em menos de 20 anos. Segundo afirmou Holger Marquardt, já em 2030, a empresa pretende que mais de 50% dos veículos ligeiros de passageiros vendidos sejam modelos equipados com cadeias cinemáticas elétricas – incluindo veículos totalmente elétricos e híbridos plug-in. 

A marca acrescenta que depois do EQA, lançado em abril, com o EQS, o EQB e o EQE, irão ocorrer mais três apresentações mundiais de modelos da marca Mercedes-EQ em 2021 que irão alargar a gama de veículos totalmente elétricos da Mercedes-Benz Cars para seis unidades. A empresa irá também continuar a expandir a sua ampla e atrativa gama de produtos xEV através do lançamento de um total de 30 versões híbridas plug-in até ao final de 2021. 

Ler Mais


Comentários
Loading...